2020 será o ano dos investimentos alternativos

Em fevereiro de 2020, o COPOM realizou a reunião que reduziu a taxa SELIC de 4% para 4,25%. A decisão tem impacto direto em centenas de bilhões de reais em investimentos - incluindo poupança, Tesouro Direto, títulos de renda fixa e outros. A poupança ainda é o investimento mais popular entre os brasileiros, que possuem R$845 bilhões depositados na modalidade.

De acordo com a regra de remuneração da poupança, ela rende 70% da SELIC mais um valor chamado de Taxa Referencial. Como a Taxa Referencial está em 0, a poupança renderá apenas 3% em 2020. Contudo, a inflação prevista para 2020 é de 3,5%. Ou seja, todos os investidores da poupança perderão dinheiro real.

Ou seja, 2020 promete ser um ano difícil para aqueles que estão acostumados a uma das maiores taxas de juros reais do mundo. Não é à toa que a Bolsa cresce a uma taxa de 100.000 novos CPFs por mês. O próprio Mercado Bitcoin, com quase 2 milhões de clientes, continua crescendo rapidamente, com cada vez mais investidores procurando os grandes retornos potenciais que as criptomoedas oferecem.

Em meio a esse cenário, estamos começando a oferecer novos ativos digitais, como tokens de precatórios, aos nossos clientes. Os ativos digitais são investimentos alternativos de alto retorno, que antes estava disponíveis apenas para instituições e investidores de grande porte. Especialmente no cenário de baixo retorno da renda fixa, são um excelente complemento para o portfolio de qualquer investidor em 2020. Podemos dizer que 2020 será o ano dos ativos alternativos.

Oportunidades antes restritas

Ativos alternativos geralmente são oferecidos apenas a grandes investidores e instituições financeiras. O BTG Pactual, um dos maiores bancos do Brasil, possui R$2 bilhões investidos em precatórios, e continua comprando, inclusive através de um portais na internet. O Mercado Bitcoin quer democratizar o acesso a esse tipo de investimento - e o primeiro passo foi justamente lançar os tokens de precatórios. Os bancos e fundos já perceberam há algum tempo que o retorno oferecido por essa categoria são bem superiores ao da renda fixa tradicional, com um risco controlado, e investem pesado na área. Em 2020, o investidor pessoa física poderá ter acesso às essas mesmas oportunidades.

Alto retorno potencial

Os tokens de precatórios lançados pelo Mercado Bitcoin tem retorno esperado superior a 15% ao ano. Um investimento de R$10 mil no MBPRK04 por pouco mais de 3 anos trará um retorno de 63% ao final, comparado um 15% da poupança.

ativos alternativos

Nenhuma outra alternativa de investimento para 2020 combina tão bem um retorno potencial tão grande e a segurança de uma renda fixa. O grande risco dos precatórios é o atraso no pagamento pelo ente federal responsável, e podemos ver abaixo que mesmo com um atraso de um ano o retorno ainda é 12,7% ao ano, mais que o dobro do CDI atual.

tabela tokens de precatório

Lançamento de mais tokens

O Mercado Bitcoin que lançar outras oportunidades além dos tokens de precatórios. Um exemplo são os tokens de consórcio, que irão explorar o mercado de cotas de consórcio não pagas. Há ainda outros planos para lançamento de ativos alternativos, que continuarão com a combinação de alto retorno potencial com risco controlado. Os primeiros tokens de precatório acabaram em menos de 48 horas, então fique ligado nas nossas redes sociais e no site para saber das novidades em primeira mão.

Post anteriorPróximo post