Destaques

Análise Técnica Bitcoin Hoje: Tudo Sobre a Variação de Preço.

Criado em 24/08/2021 - Atualizado em 24/08/2021

5 minutos 10 segundos de leitura

Análise Técnica Bitcoin Hoje: Tudo Sobre a Variação de Preço.

Existem diferentes modelos de análise do Bitcoin, que servem para entender se o momento é de compra, venda, ou de indefinição.

Neste texto, vamos focar na análise técnica, que funciona de maneira semelhante para qualquer ativo, inclusive no mercado tradicional. Esta forma de analisar o Bitcoin tenta estabelecer padrões de movimento do preço com base em cenários que costumam se repetir.

Entender o que é Bitcoin não é necessário para ser um bom analista técnico, porém é de extrema importância para avaliar seu potencial e riscos.

Se você é iniciante, recomendamos o vídeo abaixo, onde a equipe da @usecripto explica como fazer trade no Mercado Bitcoin.

Como funciona a análise do Bitcoin na visão técnica?

A análise técnica é uma ferramenta utilizada por traders dos mais diferentes níveis de experiência, e busca estabelecer tendências, sejam canais de alta ou baixa, linhas de suporte e resistência, e até mesmo indicadores de reversão.

Esta análise do Bitcoin é baseada única e exclusivamente no histórico de negociação dos ativos, ou seja, assume que todas as notícias e acontecimentos encontram-se precificados. Seu objetivo é identificar os melhores pontos de compra e venda de acordo com situações que ocorrem frequentemente em cada cenário.

analise-tecnica-bitcoin

Acima temos um exemplo clássico de análise técnica: o canal de alta, de baixa, e de lateralização.

Engana-se quem acredita que só o day trade, as movimentações de curtíssimo prazo, podem utilizar esta análise do Bitcoin. Mesmo investidores que buscam o HODL (ou HOLD), buscando “comprar e segurar” para o longo prazo, podem se beneficiar.

Análise do Bitcoin consegue prever uma queda hoje?

Conforme dito anteriormente, a análise técnica não é uma ciência exata ou precisa. Desse modo, é impossível prever movimentos com exatidão e grande assertividade.

Mesmo se existisse uma fórmula infalível, aos poucos os investidores encontrariam esta técnica de análise do Bitcoin, tornando seu retorno próximo de zero.

No entanto, uma análise técnica bem executada pode trazer indícios de reversão de tendência, que podem ou não se concretizar. Por isso, é incorreto afirmar que esta análise do Bitcoin consegue prever uma queda hoje.

Quais as demais modalidades de análise do Bitcoin?

Como os dados do blockchain, este banco de dados compartilhado, são públicos, permitem a análise da movimentação de todos os endereços. Embora não seja possível identificar o “dono” de cada moeda, é possível segmentá-los por tamanho, data e horário das transferências, entre outros.

Este modelo de rastreamento do registro de transações é conhecido como análise onchain. O Mercado Bitcoin possui uma parceria com a empresa especialista nesse segmento, a “Into the Block”. Portanto, tais informações podem ser encontradas em nosso “painel de negociação” através de nosso site.

Por último, temos a análise fundamentalista, que busca indicadores de longo prazo, por exemplo, taxa de emissão de novas moedas, ou volume de transferências diárias.

Se você é iniciante, recomendamos a leitura do artigo “o que é criptomoeda”, pois alguns conceitos de rastreabilidade e carteiras (wallets) são necessários para entender os diferentes modelos de análise do Bitcoin.

Como fazer análise do Bitcoin no modelo técnico?

De uma maneira simplificada, a ideia é avaliar as negociações recentes para determinar possíveis cenários que podem se seguir. Aprender análise técnica leva tempo e requer dedicação.

As análises são feitas em gráficos de vela (candlestick) e as tendências são identificadas a partir das mínimas, máximas, preço de abertura, fechamento, além do volume negociado.

Desta maneira, ao utilizar os indicadores de análise técnica, o investidor busca detectar eventos e padrões gráficos que tendem a se repetir.

Quais os melhores indicadores de análise técnica?

Existem diferentes indicadores, incluindo média móvel, bandas de Bollinger, Índice de Força Relativa (IFR), e SAR Parabólico. Tais ferramentas podem ou não ser utilizadas em conjunto, e vão variar conforme o período de análise dos dados.

Não existe um indicador “melhor”, pois cada ativo, e cada trader, possui um diferente grau de assertividade utilizando tais ferramentas. Além disso, o mercado é dinâmico, por isso é recomendável re-avaliar periodicamente seus modelos.

Acompanhe no vídeo abaixo 3 indicadores técnicos para análise do Bitcoin:

Análise técnica do Bitcoin funciona?

Depende, pois a ferramenta não é determinística, portanto dois traders podem observar os mesmos dados e tomar decisões opostas. No exemplo abaixo, um investidor pode utilizar o suporte (piso) para comprar, enquanto outro aguarda uma ruptura do mesmo para vender.

grafico-de-vela

Entretanto, o mundo real não vai necessariamente repetir padrões do passado, e eventos aleatórios são mais comuns do que percebemos. Em resumo, contar somente com as interpretações gráficas também pode gerar prejuízos, portanto um bom controle de risco é fundamental.

Como a análise do Bitcoin explica uma alta hoje?

Analisar um movimento em específico pode prover informações relevantes para justificar uma alta do preço, por exemplo, a força de determinado suporte (piso).

grafico-bitcoin

Repare no gráfico acima como ocorre um fundo duplo nos R$ 47.000, sinalizando tentativas frustradas de ruptura. Por esse motivo, a nova rejeição dá ânimo aos compradores, e potencialmente pode explicar a alta.

Em resumo, informações extraídas ao analisar o Bitcoin por movimentos técnicos podem explicar a alta de preços em determinadas situações.

Quais as melhores ferramentas de análise técnica?

Existem diversas ferramentas de análise técnica, dentre as quais a Vector Crypto, da Vertex Technologies, além da Fast Trade, plataforma desenvolvida pela Cedro. Ambas as plataformas são parceiras do Mercado Bitcoin e apresentam recursos avançados.

Dentre as soluções para quem acompanha o mercado internacional, precificado em dólar, são usualmente indicadas por analistas a LiveBitcoinData, além do Tensor Charts.

Confira abaixo como o sistema da Vector Crypto pode melhorar sua performance agregando ferramentas na análise do Bitcoin.

O que é “setup” de análise técnica no Bitcoin?

“Setup” significa configuração, que em outras palavras indica qual horizonte e estratégia pretendida pelo trader.

Enquanto alguns investidores optam por um grande número de operações visando pequenos ganhos, outros preferem horizontes mais longos, e até aumentam o risco quando acertam o movimento.

Isso vale tanto para o período analisado do gráfico, quanto na definição de “stop”, o limite de ganho ou perda em cada operação. Em suma, não existe um “setup” único que satisfaça a todos, portanto só a experiência e momento de mercado podem determinar a combinação perfeita para cada trader.

Agora que você deu seus primeiros passos na análise do Bitcoin, veja como é simples e fácil comprar Bitcoin em nossa plataforma.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.