Criptoativos

Top 6 Criptomoedas Mais Promissoras Para 2022, Conheça já!

Criado em 29/09/2021 - Atualizado em 29/09/2021

6 minutos 10 segundos de leitura

Top 6 Criptomoedas Mais Promissoras Para 2022, Conheça já!

Sem dúvidas o Bitcoin, a maior e mais antiga moeda digital, é conhecida por grande parte dos investidores. No entanto, existem criptomoedas promissoras, que apresentam em outras funcionalidades, ou até mesmo seu próprio ecossistema.

Nesse artigo você irá aprender:

  • Como os contratos programáveis (smart contracts) estão revolucionando as finanças.
  • O que são oráculos, e por que são fundamentais para o desenvolvimento de aplicações com ativos digitais.
  • As diferenças e similaridades entre os criptoativos de utilidade e ações de empresa.
  • Quem é a empresa por trás do sucesso dos fan tokens, os criptoativos que viraram mania no futebol.

O que são criptomoedas?

A moeda fiduciária é aquela emitida por governos, e seu uso é obrigatório por empresas e pessoas por força da lei. Já as criptomoedas funcionam sem um coordenador central, ou seja, não é emitido por nenhum Banco Central ou governo.

Dessa forma, os ativos digitais podem ser utilizados livremente para transações entre os participantes, sem possibilidade de intervenção externa. É justamente essa independência e transparência que torna as criptomoedas promissoras.

moeda-fiduciaria-e-criptomoedas

A moeda fiduciária, sem lastro, surgiu com o fim do padrão-ouro em 1971. Em suma, o governo não possui nenhuma obrigatoriedade de manter reservas, ou de estabelecer uma paridade com qualquer outro ativo.

Ficou curioso e quer aprender mais? Veja aqui o que é criptomoeda, como são registradas as transações, e de onde vêm seu valor.

Criptomoedas e o blockchain, o banco de dados

A invenção que permite o funcionamento da rede descentralizada do Bitcoin é o blockchain, esta sequência de dados que requer validação das transações através da criptografia.

  • É um banco de dados armazenado de forma pública, e compartilhado por todos os usuários.
  • É formado por uma sequência de blocos de informações encadeados.
  • O Bitcoin é seguro pois suas transações são registradas no blockchain e validadas por todos os participantes da rede.
  • O Blockchain traz transparência, assegurando que a mesma moeda não possa ser transferida em duplicidade.

Confuso? O vídeo abaixo explica o que é blockchain, e como esta tecnologia permitiu o nascimento de tantas criptomoedas promissoras.

Ethereum (ETH), a criptomoeda promissora líder de smart contracts

A grande novidade do Ethereum, a segunda maior criptomoeda, foi permitir uma camada adicional de informação no Blockchain. Desse modo, é possível manter um registro de movimentações de tokens, os criptoativos, além dos contratos programáveis, os smart contracts.

Por inovar, o Ethereum se tornou o líder absoluto em aplicativos descentralizados, que emulam as funções de corretoras e bancos. Estas aplicações tornam ETH uma criptomoeda promissora, pois atuam de forma automatizada, transparente, e com baixo custo. Por exemplo, existem plataformas de empréstimo utilizando criptoativos de garantia.

Veja abaixo se Ethereum vai superar o Bitcoin, e o que diferencia estas duas criptomoedas.

  • Ethereum está passando por uma grande transformação, o Ethereum 2.0.
  • Vai abandonar a mineração tradicional, que além de custosa, demanda muita energia.
  • A migração deve ocorrer ao longo dos próximos dois anos.
  • O objetivo é aumentar a capacidade de transações e reduzir seu custo operacional.

Chainlink (LINK), a criptomoeda promissora que integra o mundo real

Chainlink (LINK) é um dos criptoativos com maior utilidade no mundo real. Isso porque um dos maiores problemas de bancos de dados, e consequentemente do blockchain, é a comunicação com o mundo externo.

Como confiar nos dados enviados pelos provedores? Como penalizar quem enviar informações incorretas? Foi pensando nisto que esta rede de interoperabilidade foi desenvolvida, além do token LINK para remunerar seus participantes.

  • Chainlink consegue transferir informações entre diferentes sistemas, de forma descentralizada.
  • Por exemplo: buscar a cotação do Ethereum (ETH) no Mercado Bitcoin para determinar o valor de um smart contract.
  • Qualquer informação externa é suscetível a erros ou manipulação.
  • Este gargalo impediu durante muito tempo o desenvolvimento dos smart contracts.
  • O setor de finanças descentralizadas (DeFi) é um dos grandes usuários de oráculos.

Uniswap (UNI), a criptomoeda promissora líder das exchanges descentralizadas

Uniswap é uma plataforma de código-fonte aberto onde usuários podem realizar trocas de criptoativos. No entanto, vai além disso, pois é possível realizar depósitos em troca de uma remuneração. A inovação e capacidade de se atualizar asseguram que Uniswap seja uma criptomoeda promissora, com bom potencial.

  • A exchange descentralizada (DEX) Uniswap é 100% pré-programada, e roda na rede Ethereum.
  • Ao contrário do Mercado Bitcoin, nas exchanges DEX só é possível realizar trocas entre ativos digitais.
  • O próprio smart contract que rege o sistema se encarrega de informar qual a taxa de conversão.
  • Tão logo o cliente autoriza o envio de seus criptoativos, recebe automaticamente a moeda desejada.

O problema atual é a taxa de registro das transações (gas) na rede Ethereum, que pode facilmente ultrapassar os 10 dólares em dias de grande utilização.

Veja abaixo no detalhe o que são exchanges descentralizadas (DEX), e para que servem seus tokens:

Polygon (MATIC), a solução de escalabilidade

Polygon é um mecanismo de interoperabilidade, uma solução para integrar redes similares ao Ethereum.

  • O processamento é feito fora do blockchain (off chain), porém registrando na rede Ethereum quando necessário.
  • A tecnologia é modulável, pois conta com uma camada de segurança e de execução funcionando em paralelo.
  • O token MATIC atua tanto na governança da rede, como mecanismo de pagamento de taxas de transação.
  • Dentre os projetos que já utilizam a Polygon podemos citar a Aave, de empréstimos, a DEX SushiSwap, e o agregador de taxas Adamant.

Em resumo, a rede possibilita criar “serviços de validadores”, com diferentes mecanismos de consenso e regras de produção de novos blocos.

Chiliz (CHZ) e a plataforma Socios.com

Criptoativos de utilidade (utility tokens) podem funcionar na de pré-venda de serviços ou produtos, assegurar benefícios exclusivos, atuar como direito de participação em uma rede, além de muitos outros casos.

Ao contrário da ação de uma empresa, não representa uma participação societária, nem tampouco dá direito a lucros.

  • Socios.com é uma plataforma internacional de interação entre clubes e ligas com sua base de fãs.
  • O utility token Chiliz (CHZ) é a “porta de acesso” para esse ecossistema de atração e interação com torcedores.
  • A plataforma Socios.com já tem acordos com times como Paris Saint-Germain, Barcelona, Corinthians, Atlético Mineiro, Juventus e Manchester City.
  • Fãs podem comprar e vender criptoativos dos times, que dão direito a participar de votações, acessos exclusivos e outras ações promocionais.

fan-token-sccp

Acima temos uma imagem promocional do fan token do Corinthians (SCCP), disponível para negociação no Mercado Bitcoin.

Yearn.finance (YFI), a cripmtomoeda promissora do robô de estratégias

Lançado em julho de 2020, Yearn.finance é a maior plataforma de rendimento automatizado (yield farming) na rede Ethereum.

De forma simplificada, é um robô que busca rentabilidade para os depositantes, que pode ser obtido através de empréstimos, ou utilizando de forma automatizada outros aplicativos de finanças descentralizadas.

  • Os criptoativos são convertidos e agregados em tokens sintéticos, evitando assim os custos de transferência na rede Ethereum.
  • Busca retorno em projetos externos, incluindo Curve.fi, Aave, Compound, e Dydx.
  • O rebalanceamento das cestas de liquidez é feito de forma automática, buscando maximizar o retorno.

Estude antes de se aventurar

Cada criptomoeda possui suas próprias regras de emissão, graus de descentralização, e flexibilidade para execução de smart contracts.

Por esse motivo, temos um processo demorado, porém saudável, para adicionar novos ativos em nossa plataforma.

De qualquer maneira, recomendamos que cada um faça seu próprio estudo antes de entrar em criptomoedas promissoras, especialmente as mais recentes.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.