Educação

O que é carteira virtual? Wallet de criptomoedas é segura?

Criado em 06/12/2021 - Atualizado em 06/12/2021

5 minutos 30 segundos de leitura

O que é carteira virtual? Wallet de criptomoedas é segura?

Assim como precisamos de uma carteira para guardar o dinheiro físico ou nossos cartões do banco, também precisamos de uma carteira virtual (wallet) para guardar nossas moedas digitais.

Quase não se usa mais dinheiro em papel, e sim os aplicativos, onde é possível realizar transações, pagar contas, e ver o saldo disponível. A carteira digital de criptomoedas funciona de maneira similar.

O que é carteira virtual (wallet)?

  • É um mecanismo para administrar as senhas de acesso que possibilitam movimentar os ativos digitais.
  • Nas criptomoedas existe uma chave-mestra (seed) capaz de gerar inúmeras sub-contas com suas respectivas senhas.
  • Estas subcontas são um conjunto de letras e números, e cada endereço contendo moedas na rede possui sua própria senha.

Existem dois tipos de chaves criptográficas: pública e privada.

chaves-criptomoedas

Cabe lembrar que um endereço de Bitcoin não é compatível com as demais criptomoedas, e vice-versa. Existem carteiras digitais capazes de armazenar diferentes moedas, no entanto, os endereços para transferência seguem independentes.

Como funciona uma carteira virtual?

Uma carteira virtual armazena as chaves privadas (senhas) e os endereços públicos, permitindo que o usuário realize transações. Na prática, o funcionamento é semelhante aos aplicativos de banco.

  • Ao criar uma carteira virtual, o usuário recebe uma chave-mestra (seed), usualmente 12 ou 24 palavras em inglês.
  • Essa sequência de palavras é uma representação visual da chave-mestra (seed).
  • Só o detentor dessa senha possui acesso às respectivas moedas no blockchain, o banco de dados compartilhado.

Desse modo, uma carteira virtual não armazena as moedas, e sim as chaves criptográficas.

Confuso? Tire suas dúvidas abaixo no vídeo da equipe @UseCripto.

Como escolher uma carteira digital (wallet)?

Existem vários tipos de carteiras virtuais. Algumas são mais práticas para o dia a dia, enquanto outras são ideais para armazenar grandes quantidades. Além disso, é importante escolher a melhor carteira virtual conforme os criptoativos que você possui.

Existem carteiras onde é possível armazenar várias moedas, incluindo os tokens não-fungíveis (NFT) e demais criptoativos da rede Ethereum.

Portanto, ao escolher uma carteira é necessário verificar se:

  • Possui aplicativo para celular ou apenas desktops.
  • Seu código-fonte é aberto, ou seja, auditável.
  • Fornece a chave-mestra (seed) de forma segura.
  • Oferece autenticação além da senha: 2FA, biometria, dispositivo externo, ou equivalente.

Quais os tipos de carteira virtual?

Mobile / App: Projetadas para dispositivos móveis, ideais para o dia a dia; possuem menos segurança por estar conectado diretamente a internet. Web / Site: Ainda menos seguras, as chaves (seeds) são armazenadas no servidor de uma empresa, mesmo que criptografado; não deve ser utilizado para grandes quantias. Desktop: Aplicativo executado no computador, extremamente seguro quando utilizado antivírus e firewall, restringindo o acesso de terceiros ao sistema. Hardware / Física: Esta carteira só existe no formato físico, podendo ser no formato eletrônico, usualmente um pen drive; não possuem acesso à internet, portanto são mais seguras.

carteiras-virtuais

É possível, e recomendável, dividir suas criptomoedas em diferentes carteiras. Cada uma possui suas funcionalidades e desvantagens, porém, são complementares.

Carteira virtual é segura?

Sim, as carteiras virtuais são seguras, mas é necessário ter alguns cuidados. As carteiras "hot wallets" (quente), conectadas a internet, estão mais suscetíveis ao ataque de hackers. No entanto, o usuário é responsável por manter suas criptomoedas em segurança, através de sua chave privada.

As seguintes dicas de segurança digital ajudam a evitar surpresas negativas:

  • Jamais informe suas chaves privadas (senhas).
  • Não faça atualizações sem antes verificar a procedência de links e arquivos.
  • Cuidado ao enviar QR codes e print-screen para terceiros, pois estes podem conter a chave privada ou senha de acesso.
  • Mantenha uma cópia em segurança da chave-mestra (seed) em formato analógico, preferencialmente em um pedaço de metal.

É preciso comprar uma carteira digital física?

Para quem está começando nas criptomoedas, comprar uma carteira física (hardware wallet) pode ser um pouco caro e desnecessário.

  • No entanto, se o valor justificar o investimento de R$ 800, sem dúvidas é a melhor opção. Algumas carteiras no formato de apps e softwares para computador permitem a integração com o dispositivo físico.
  • Ao comprar uma carteira física, opte pelo fornecedor e/ou fabricante oficial.
  • Dispositivos físicos comprados em marketplaces podem estar corrompidos, mesmo lacrados.
  • Faça testes com pequenas quantias até se sentir seguro para armazenar grandes valores.

Como transferir saldo para uma wallet?

Transferir saldo do Mercado Bitcoin para uma carteira virtual de sua preferência é muito fácil.

1º passo: acessar sua conta através do site ou app, e escolher o ativo de preferência. 2º passo: escolher a moeda, clicar em “enviar”, e em seguida aceitar a declaração de orientações.

transferir-btc

3º passo: entre com o endereço da sua carteira virtual de destino, tomando o cuidado para verificar se os dados conferem.

wallet-btc

4º passo: escolher o valor a ser enviado e clicar em "confirmar envio".

Atenção: as corretoras (exchanges) de criptomoedas armazenam criptomoedas dos usuários, porém, não são wallets.

O Mercado Bitcoin é confiável, e nosso histórico de funcionamento de 8 anos sem intercorrências ou vazamentos é prova do empenho e investimento em segurança da tecnologia. Portanto, os usuários podem deixar o armazenamento, ou custódia, de seus ativos digitais em nossa exchange.

O vídeo abaixo mostra na prática transferir saldo do Mercado Bitcoin para qualquer carteira.

Dá pra pagar usando carteira virtual de criptomoedas?

Sim. É possível transferir suas criptomoedas diretamente para o vendedor ou prestador de serviços, sem intermediários. Quem optou por uma carteira física deve utilizar algum dispositivo adicional para transmitir a transação para a rede via QR code, bluetooth, ou cabo USB.

  • Os endereços, ou chaves públicas, são uma sequência de letras e números.
  • Para facilitar as transações, este endereço pode ser visualizado no formato de QR Code.
  • A pessoa que irá receber as criptomoedas deve aguardar um número suficiente de confirmações da rede antes de considerar o envio válido.

Veja neste outro texto como funciona uma transação de Bitcoin, incluindo as questões de anonimato e imutabilidade.

Como escolher uma carteira virtual

Conforme mencionado, a melhor wallet depende da necessidade de cada usuário, e inclusive é recomendado manter uma para cada o dia-a-dia e outra para o armazenamento de longo-prazo.

Vamos listar os modelos e aplicações citadas pelos desenvolvedores de cada projeto, ou por seu sucesso em número de downloads. A lista abaixo não é uma recomendação, e tampouco existiu uma análise técnica ou de segurança por parte do Mercado Bitcoin.

Bitcoin: BRD, Eclair Mobile, Electrum, Armory, Exodus, Edge Ethereum: Metamask, Guarda Wallet, Exodus, Edge NFT e Web 3.0: Metamask, Unstoppable, Portis

Inicie sua jornada nos investimentos digitais agora, abra sua conta no Mercado Bitcoin. Depois, com calma, escolha a melhor carteira virtual e aprenda a movimentar suas criptomoedas.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.