Como ganhar Bitcoins de forma automatizada? Veja aqui!

Existem basicamente duas formas de se ganhar Bitcoins de forma automatizada. A primeira é através da mineração, que consiste em disponibilizar computadores potentes para colaborar na segurança da rede. A segunda é através dos robôs (bots) de trade, que realizam operações de compra e venda seguindo padrões previamente determinados.

Atualmente, a mineração de criptomoedas é uma atividade de escala industrial. Na prática, a mineração é uma atividade que envolve processadores super eficientes em enormes galpões (data centers). Desta forma, estas máquinas ficam em regiões próximas da produção abundante de energia elétrica, usualmente em regiões mais frias para evitar custos de refrigeração.

Caso você seja iniciante, temos um outro artigo explicando o que é, e para que serve o Bitcoin.

Como funciona a mineração de criptomoedas?

A mineração é responsável pela validação e registro das transações na blockchain, o banco de dados descentralizado da criptomoeda. Nesse sentido, é necessário organizar o bloco contendo as transações. Em seguida, o minerador deve buscar a solução (hash) para um cálculo matemático, específico para aquelas transações.

Este processo é conhecido por Prova de Trabalho (Proof of Work). A premiação de cada bloco são novos bitcoins emitidos como incentivo, além das taxas de transação paga pelos usuários. Em outras palavras, trata-se de uma competição entre os mineradores, já que todos tentam descobrir a solução (hash) simultaneamente. Entretanto, apenas o vencedor da disputa conseguirá registrar o novo bloco no blockchain.

Esse trabalho computacional é realizado por hardwares específicos, chamados de ASIC. As empresas da mineração trabalham com centenas ou milhares de máquinas. Em outro artigo explicamos os detalhes técnicos por trás da mineração de Bitcoin.

O que são ASICs e quais os principais?

asic

ASIC é um computador desenhado especificamente para a tarefa de mineração de criptomoedas. Cada algoritmo possui ASICs especializados, portanto não é possível aproveitar uma mineradora de Ethereum para o Bitcoin ou Litecoin, por exemplo.

Estas máquinas ASIC possuem uma capacidade de processamento muito grande, otimizada para o cálculo da solução (hash) da Prova de Trabalho de cada criptomoeda.

As maiores empresas produtoras dessas ASIC são Bitmain, Bitfury, Whatsminer, Canaan e Ebang.

Como escolher um mineradora ASIC?

Ao escolher um ASIC deve-se considerar algumas características técnicas, dentre as quais destacamos:

  • hashrate: capacidade de processamento; quanto mais potente seu ASIC, maiores as chances de encontrar a solução (hash);
  • consumo de energia: de nada adianta ter uma capacidade enorme, se o consumo energético aumenta exponencialmente; modelos mais novos costumam ser mais eficientes;
  • algoritmo de mineração: cada criptomoeda utiliza um algoritmo de mineração diferente; deste modo não é possível aproveitar o ASIC para outras criptomoedas.

O maior risco ao investir em mineradoras ASIC é que elas são desenvolvidas e otimizadas para um único propósito. Assim sendo, se a criptomoeda alterar o algoritmo, você perde todo o investimento.

Além disso, novos processadores mais potentes são lançados a cada dois ou três anos. Por isso, essas máquinas se tornam obsoletas rapidamente, passando a apresentar rentabilidade baixa ou negativa.

O que são e para que servem pools de mineração?

A mineração é atualmente muito competitiva, especialmente no Bitcoin. Por este motivo, os mineradores trabalham em pools (cooperativas) para otimizar seu hashrate, a capacidade de processamento.

Em resumo, os mineradores deste pool dividem o trabalho, porém também compartilham a recompensa. Esta estratégia possibilita que pequenos e médios mineradores passem a ter uma remuneração mais previsível.

De fato, há grandes mineradores que também participam destas cooperativas, seja por conta da otimização do trabalho, ou da maior previsibilidade na receita.

De qualquer maneira, você irá precisar de uma carteira (wallet) para armazenar suas criptomoedas.

Como minerar em casa no PC ou Notebook?

A mineração de Bitcoin em casa não é lucrativa atualmente. Por outro lado, existem algumas criptomoedas que podem ser mineradas utilizando computadores ou notebooks convencionais. Deve-se tomar cuidado com a mineração através de placas de vídeo de computador (GPU), pois o consumo de energia é muito alto, tornando inviável a operação no Brasil.

Softwares como Cudo Miner e Honeyminer são bastante conhecidos, e ajudam a ganhar bitcoins de forma automática. O próprio aplicativo escolhe a criptomoeda que está mais lucrativa no momento. O problema é que esses aplicativos consomem muitos recursos dos computadores, fazendo com que fiquem lentos. Além disso, os lucros são muito baixos, ao descontar o custo da energia elétrica.

Como minerar Bitcoin sem gastar?

Infelizmente não é possível minerar Bitcoin sem o gasto da energia elétrica. No entanto, é possível receber criptomoedas realizando pequenos trabalhos remotos. Todavia, existem inúmeros golpes afirmando realizar “mineração na nuvem”. Tome muito cuidado com essas ofertas!

Estes sites e empresas que alegam oferecer serviço de mineração compartilhada são fraudes, e chegam a alugar mineradoras reais para tirar fotos e vídeos. Tais operações costumam inclusive realizar visitas guiadas para provar sua legitimidade.

Para aqueles que buscam realizar tarefas em troca de bitcoins, é possível utilizar sites tradicionais como 99freelas.com.br, freelaweb.com.br e fiverr.com. Em seguida, deve-se utilizar os valores recebidos para adquirir bitcoins através de uma exchange.

No Mercado Bitcoin, oferecemos negociação de forma segura e simples dos principais criptoativos. Veja como escolher uma exchange de Bitcoin antes de escolher seu parceiro.

Entretanto, caso opte por realizar trabalhos remotos e receber diretamente em criptomoedas, existem plataformas que fazem esta intermediação. Destacam-se cryptogrind.com e coinbucks.io, que possuem ofertas desde tarefas mais simples, até serviços mais complexos, portanto com uma remuneração maior.

Como minerar Ethereum em casa?

mineração

Primeiramente, deve-se comprar placas de vídeo (GPU) com 4 gigabytes de memória, ou superior. Existem placas-mãe capazes de suportar quatro ou mais placas de vídeo simultaneamente, dentre as quais destacam-se ASUS B250 Mining Expert, ASRock H110 Pro BTC+, e Biostar TB250-BTC Pro.

Por conta da alta competição na mineração de Ethereum, é recomendado o uso de placas de vídeo mais potentes. Os modelos mais utilizados em 2020 são Nvidia GeForce RTX 2070 e AMD Radeon RX 5700.

Em seguida deve-se utilizar algum software de mineração. Para iniciantes e intermediários, é recomendado utilizar os aplicativos mencionados anteriormente, Cudo Miner ou Honeyminer.

É importante lembrar que o Ethereum em breve deixará de ter mineração. Desta forma, a validação da rede irá migrar para o modelo Prova de Participação (Proof of Stake). Quando isso acontecer, os equipamentos hoje dedicados ao ETH devem migrar para outras criptomoedas.

Como utilizar robôs (bots) para ganhar Bitcoins?

Robôs (bots) são programas de computador, que recebem as cotações da exchange, e a partir de uma regra pré-determinada, envia ordens de compra e venda. Ao contrário dos humanos, robôs não possuem sentimento, executando, assim, as ordens com maior precisão.

De maneira similar, o programa irá respeitar limites e instruções previamente informados, sendo capaz de aprimorar seu próprio desempenho ao longo do tempo.

O vídeo abaixo explica as vantagens do trade utilizando robôs (bots).

Jamais forneça suas senhas de acesso para aplicativos ou empresas de trade automatizado. As plataformas eletrônicas de intermediação utilizam a tecnologia API, ou “Interface de Programação de Aplicativos”. Desta maneira, uma chave é gerada exclusivamente para oferecer acesso ao envio de ordens.

Aqui no Mercado Bitcoin temos o compromisso constante em manter os mais altos padrões de segurança e conduta. Encorajamos fortemente que os clientes adotem medidas que elevem sua própria segurança digital, como o segundo fator de autenticação (2FA), além do uso de senhas fortes. Jamais revele suas senhas e 2FA para outras pessoas!

Caso venha a utilizar serviços na nuvem (cloud) de robôs de trade, dê preferência para plataformas estabelecidas, oficialmente integradas às maiores plataformas. Se estiver em dúvida, entre em contato com nosso suporte através da Central de Atendimento.

Segue com dúvidas sobre automatização de trades? Entre em contato com nossa equipe de suporte. O Mercado Bitcoin encontra-se à disposição para auxiliá-lo em qualquer assunto no universo de criptoativos.

Post anteriorPróximo post