Como negociar no Mercado Bitcoin

Quer aprender a comprar Bitcoin e negociar criptomoedas no Mercado Bitcoin, a exchange mais segura e transparente da América Latina? Veja aqui.

Você sabia que é possível comprar Bitcoin, Ethereum e tokens no Mercado Bitcoin a partir de R$ 50? Aprenda como se cadastrar e negociar criptomoedas.

O Mercado Bitcoin ensina o passo-a-passo de como negociar Bitcoin e criptomoedas em nossa plataforma através do desktop ou aplicativo.

Como negociar Bitcoin, quais os primeiros passos para investir?

A primeira coisa a fazer antes de investir em qualquer classe de ativo é entender minimamente suas principais características, riscos e potencial de valorização. Antes de mostrarmos como comprar Bitcoin, negociando no Mercado Bitcoin, devemos entender porque investir em criptomoedas.

Esta moeda digital pode ser usada como meio de pagamento ou investimento sem possibilidade de censura por parte de qualquer entidade ou grupo. Embora pareça complexo e arriscado, certamente é mais simples e transparente que a intervenção dos Bancos Centrais, câmbio entre moedas, depósitos compulsórios, e alavancagem do sistema financeiro tradicional.

Vamos listar as principais vantagens deste novo modelo, os gargalos enfrentados atualmente, perspectivas de mercado, além de detalhar passo-a-passo como comprar Bitcoin no Mercado Bitcoin.

O que é Bitcoin?

Em primeiro lugar, é preciso entender que o Bitcoin é um criptoativo, uma moeda digital, cujo valor é gerado única e exclusivamente pela livre oferta e demanda entre seus usuários. Ao contrário das moedas fiduciárias, Dólares, Reais e Euros, não há nenhum governo, empresa ou mecanismo responsável por assegurar o valor da criptomoeda.

A tecnologia por trás do Bitcoin é o blockchain, criado para permitir um sistema de transferência descentralizado, que não depende de uma autoridade central. O Bitcoin foi criado em 2008 por um entusiasta (ou pequeno grupo) de criptógrafos que optaram pelo pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Em 3 de janeiro de 2009 o sistema foi colocado no ar, e desde então qualquer pessoa pode fazer o download (baixar) o código-fonte do software, mantendo e validando este banco de dados em seu próprio computador.

O objetivo de Nakamoto era criar um dinheiro que não dependesse de bancos ou governos através de um sistema cujas regras são públicas e transparentes, as quais só podem ser alteradas se houver consenso entre os usuários.

Quer entender melhor se o Bitcoin é seguro? Este outro artigo explica o processo de armazenamento de dados no blockchain, questões de descentralização, hacks e regulação.

Por que investir em Bitcoin?

Acredite se quiser, nos primeiros ano de vida não havia valor monetário para o Bitcoin. Entusiastas gastavam capacidade de processamento de suas máquinas em troca de moedas digitais, que eram produzidas a cada 10 minutos. Este processo é denominado mineração, e sua capacidade computacional necessária evolui conforme aumenta a competição entre estes mineradores.

Um destes mineradores, Laszlo Hanyecz, um programador norte-americano, fez uma proposta para compra de duas pizzas do Papa John’s em troca de 10.000 Bitcoin (BTC) em maio de 2010. Esta foi a primeira transação monetária registrada, e desde então o valor de cada moeda subiu de forma exponencial.

Esta valorização ocorre em parte pelo fato do limite estabelecido de 21 milhões de moedas a serem mineradas até o ano de 2140. Ao longo dos anos, diversas figuras importantes tentaram convencer os demais usuários a realizar mudanças nas regras, e em todas as oportunidades, o consenso manteve-se firme, obrigando estes opositores a lançarem suas próprias criptomoedas, conhecidos como forks.

Ou seja, o valor do Bitcoin vem de sua resiliência a ataques, bugs, tentativas de censura e mudanças contrárias à maioria dos usuários. Vale lembrar que atualmente só é possível minerar Bitcoins utilizando maquinário especificamente criado para tal finalidade, denominado ASICs. Por conta desse alto investimento e custo de energia necessário para se minerar, a maioria prefere comprar de outros usuários.

Existem diversos perfis de traders, desde o autônomo, que atua por conta própria até o broker, operador contratado de alguma instituição financeira. Aprenda aqui como se tornar um trader profissional e alcançar sucesso no mercado financeiro.

Riscos do Bitcoin

O Bitcoin e as demais criptomoedas são uma tecnologia em constante desenvolvimento. Existe um gargalo tecnológico que limita o número de transações, denominado problema da escalabilidade. Existem outras redes, dezenas de vezes menos seguras que o blockchain do Bitcoin, porém com maior capacidade.

A própria criptografia pode algum dia ser quebrada, a tecnologia responsável pela segurança dos endereços através das chaves privadas, a senha necessária para autorizar transações. Será necessário atualizar a rede Bitcoin, e isto depende do consenso, ou seja, a aprovação da ampla maioria dos usuários.

Não é possível afirmar se no futuro outras criptomoedas vão finalmente superar o Bitcoin em velocidade, segurança e descentralização. Da mesma maneira, os próprios governos, bancos ou gigantes de tecnologia podem criar alternativas semi-centralizadas que satisfaçam grande parte dos usuários.

Ficou com dúvida na diferença entre Bitcoin e blockchain? Clique no link para descobrir a relação entre este banco de dados descentralizado e a criptomoeda bitcoin.

Como começar a investir em Bitcoin?

De nada adianta estudar o mercado, definir o montante de acordo com seu perfil de risco, para então entregar todo seu investimento em algum golpe. Por este motivo é tão importante escolher corretamente não só o ativo, mas também a exchange para negociação das criptomoedas.

A característica descentralizada do Bitcoin permite a livre negociação entre seus usuários, conhecido como p2p. A fim de evitar riscos nestas transações, surgiu a figura das exchanges, que copiaram o modelo das corretoras tradicionais, cobrando taxas em troca deste serviço de intermediação e liquidação.

Como escolher uma corretora?

As exchanges, ou corretoras de criptoativos, como o Mercado Bitcoin, são plataformas eletrônicas que facilitam a compra e venda de criptomoedas e tokens. Estas exchanges apenas conectam compradores e vendedores, assegurando que cada um receba o que foi negociado, de forma prática e segura.

O primeiro passo para escolher uma exchange é pesquisar sua reputação. O Mercado Bitcoin orgulha-se de estar entre as 25 exchanges mais confiáveis do mundo para negociar criptomoedas, segundo estudo conduzido pelo Blockchain Transparency Institute (BTI).

É muito comum o cliente inexperiente optar por exchanges com menores taxas, esquecendo-se de considerar que durante momentos de grandes oscilações, a cotação nestas exchanges tende a ficar muito distante das líderes, como o Mercado Bitcoin. Nos orgulhamos de ter recebido o prêmio de melhor corretora de criptoativos da América Latina pela ADVFN International Financial Awards 2020.

Como abrir conta no Mercado Bitcoin?

Para começar a negociar Bitcoin e outras criptomoedas no Mercado Bitcoin, é necessário se cadastrar na plataforma. Em cumprimento às normas de Prevenção à Lavagem de Dinheiro, o cadastro básico exige que o usuário informe CPF e Data de Nascimento.

1- Acesse https://conta.mercadobitcoin.com.br/cadastro/ e clique em “Sim, quero começar”, ou através do aplicativo Mercado Bitcoin para Android / iOS, clicando em “Ainda não tem conta?”

como negociar no Mercado Bitcoin

Como negociar no Mercado Bitcoin

2- Informe um e-mail válido e defina uma senha de acesso, mas lembre-se que são necessários 8 caracteres, incluindo uma letra maiúscula, outra minúscula, e no mínimo um número

3- Informe seu CPF e data de nascimento, ou CNPJ e data de fundação da empresa, em caso de conta empresarial

4- Você irá receber dentro de alguns instantes um e-mail de confirmação, e logo após clicar no link de ativação, será possível efetuar o login através de nosso site ou aplicativo

Como efetuar um depósito?

Para comprar criptoativos é necessário efetuar uma transferência (TED) para a conta bancária da exchange, clicando em “Depositar” no site ou aplicativo. É importante ressaltar que são aceitos apenas depósitos oriundos de uma conta bancária com a mesma titularidade na qual foi realizado o registro no Mercado Bitcoin.

Para uso de uma conta bancária conjunta é necessário realizar o cadastro prévio. Será necessário enviar a foto da documentação comprobatória, conforme detalhado nesta página de suporte.

Já fez o depósito? Agora é só aguardar. TEDs e transferências levam em média 1 dia útil. Somente após a validação deste depósito será possível realizar uma ordem de compra para adquirir a criptomoeda ou token escolhido.

Comprando Bitcoins no Mercado Bitcoin

Após ter seu depósito validado, deve-se selecionar a criptomoeda desejada na barra lateral, e em seguida clicar em “Comprar e Vender”. Neste momento você poderá definir qual o valor em Reais a ser utilizado na compra, para em seguida efetuar a ordem de compra no botão “Comprar Agora”.

como negociar no Mercado Bitcoin

O processo através do aplicativo é muito semelhante. Após escolher a criptomoeda deve-se clicar em “Compra rápida” e definir o montante a ser investido. Pronto, agora basta clicar no botão “Comprar” para concluir o processo.

como negociar no Mercado Bitcoin

Quer aprender a fazer trades no Mercado Bitcoin? Existem diversas estratégias para negociação de Bitcoin e criptomoedas. No vídeo abaixo explicamos os principais métodos utilizados para definir o melhor momento de compra.

Independente do seu nível de experiência, diversificar a carteira de investimentos e controlar o aspecto emocional são fundamentais para obter retorno em cenários mais adversos. O Mercado Bitcoin separou as 5 dicas mais importantes para se obter sucesso na negociação de Bitcoin e criptoativos.

Post anteriorPróximo post