Como proteger seus dados pessoais na internet

Casos de vazamento de dados na internet ou invasão de hackers a computadores e dispositivos móveis se tornaram comuns nos últimos anos. Isso porque há uma tremenda quantidade de dados trafegando pela rede, armazenada em servidores ou mesmo na nuvem. Isso vale, inclusive, para nossos documentos, informações pessoais e mensagens trocadas com amigos através de aplicativos. Por isso, não é paranoia ter cuidado redobrado com as senhas de emails e redes sociais. Afinal, não dá mais para separar a nossa vida online da vida offline. Todos nós existimos digitalmente.

ocê pode até achar que ter o seu nome, telefone, email divulgados por aí só vai atrair gente querendo vender produtos e serviços. Mas não. Saiba que esses dados podem ser usados na montagem de estratégias e golpes para hackers terem acesso a informações mais sensíveis, como o número do cartão de crédito, documentos pessoais, dados financeiros e até vídeos e fotos. E ninguém quer ter o extrato do banco, do cartão de crédito ou a quantidade de bitcoins divulgados na internet para qualquer pessoa ver, certo? Muito menos, quando isso envolve o risco de perder parte de seu patrimônio, sejam criptomoedas ou outro ativo.

Mas você pode se prevenir dessas armadilhas com algumas dicas simples. Além de estar em dia com um bom sistema antivírus, instalar programas baixados de sites oficiais do produto e evitar abrir links suspeitos, há alguns outros cuidados recomendados pelo Mercado Bitcoin.

> “A melhor prática para garantir a segurança de seus dados é implementar várias barreiras para aumentar a proteção. Por isso aconselhamos, no mínimo, a criação de senhas fortes e diferentes para cada serviço, além do uso da autenticação em dois fatores para acessar o seu email”, afirma Galeno Garbe, Chief Security Officer do Mercado Bitcoin.

Proteja seu e-mail

  • É muito importante que seu email esteja protegido. Nossa recomendação é que você sempre utilize serviços de email de empresas reconhecidas pela segurança (como Gmail, por exemplo) e acesse suas contas apenas através de dispositivos confiáveis, como celular com senha seu computador pessoal. Acessar seu email em um computador público, não é uma boa ideia.

Crie uma senha forte

É fundamental que você tenha uma senha forte e difícil, e isso não é paranoia. Isso inclui criar uma senha com pelo menos 15 caracteres, que contenha letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.

É importante uma senha diferente para cada conta importante que você tem. A senha da sua conta no Mercado Bitcoin, por exemplo, não deve ser a mesma do seu e-mail.

Evite deixar sua senhas salvas no navegador. Pode parecer conveniente, mas coloca seus dados em risco. Para te ajudar a gerenciar tantas senhas complexas, você pode usar ferramentas como o Last Pass.

Utilize a autenticação de dois passos (uso do Token)

Esta é uma ação super importante para você se proteger de ataques de roubo de senha. É como se fosse uma camada adicional de segurança. Para utilizar a autenticação em dois passos, você precisa usar um aplicativo em seu celular. Nós recomendamos o Google Authenticator. Ele gera um código a cada login — no caso de um invasor conseguir descobrir a sua senha, ele será impedido de prosseguir. Nós te ensinamos o passo a passo aqui.

+ Confira o passo a passo para instalar token e garantir mais segurança para você

Como verificar se seus dados já foram vazados? Ninguém está completamente a salvo de um vazamento de dados. Se isso acontecer com você, existem algumas medidas de contenção para você se proteger como:

  • Alterar imediatamente a senha do serviço onde a informação vazou;
  • Certificar-se de que essa senha não é utilizada em outros sites e serviços (por isso a importância de usar senhas diferentes);
  • Ficar atento por algumas semanas sobre contatos estranhos recebidos por email ou telefone.

Existem serviços que podem te ajudar nessa monitoração, como o site https://haveibeenpwned.com/. Ele indica em quais serviços já ocorreram vazamento com seu email.