Confira os 3 principais indicadores de análise técnica de bitcoin!

A análise técnica, que utiliza gráficos e indicadores para encontrar padrões e tendências, não é exclusiva do bitcoin e demais criptomoedas. Criada há mais de 100 anos, baseia-se nas máximas e mínimas, volumes, preço de fechamento diário, semanal e mensal, buscando estabelecer possíveis cenários.

Muitos indicadores foram criados ao longo desse tempo, porém sua base permanece a mesma, seja através de complexos algoritmos, ou do uso mais simples de linhas de tendência de preço, suporte (piso) e resistência (teto) dos movimentos.

Independente do seu grau de intimidade com o trade, a negociação de criptomoedas, vamos explicar o mecanismo básico dos principais indicadores utilizados por profissionais, além das estratégias mais comuns para aumentar sua consistência nos ganhos.

Quer aprender como fazer trade no Mercado Bitcoin? Kaká e Carol da @Usecripto ensinam o passo-a-passo neste vídeo.

O que é análise técnica?

Se você está esperando uma ferramenta mágica que indica melhores momentos para compra e venda, irá se decepcionar. A análise técnica busca padrões que regularmente se repetem ao longo do tempo, independente de ter ocorrido por conta de uma notícia, especulação ou mudança no cenário macroeconômico.

O trader que segue a análise técnica tenta fugir ao máximo dos acontecimentos por trás do bitcoin, justamente para evitar um viés. A ideia é observar o histórico de negociação para identificar tendências de preço através de fórmulas matemáticas ou formações no gráfico.

A análise técnica assume que toda informação disponível no mercado já foi precificada, logo não é possível obter lucros tentando antecipar acontecimentos. Uma parte deste estudo é dedicada integralmente ao estudo dos gráficos de preço, conhecido como análise gráfica.

Qual a diferença para a análise fundamentalista?

É possível ser um excelente analista técnico sem saber absolutamente nada sobre o funcionamento do bitcoin, descentralização ou economia. Já o analista fundamentalista considera primordialmente o cenário macroeconômico, notícias, além do próprio desenvolvimento do ecossistema do bitcoin.

Quer entender melhor o que é o bitcoin, para que serve, e qual seu grande diferencial? Entenda o que é bitcoin neste artigo.

O fato de existir uma determinada data fixada para um lançamento de um projeto, ou uma inovação tecnológica, é indiferente para o analista técnico.

Esta escola acredita que o mercado antecipa tal movimento, e qualquer influência no bitcoin será mostrada através do histórico de negociação.

As diferentes vertentes de análise não são excludentes, já que é possível utilizar um mix destes modelos para encontrar uma solução ótima, de acordo com seu perfil de trade.

Principais indicadores de análise técnica

Não existe um indicador melhor ou mais forte que outro, isto depende do momento de cada ativo, além da configuração (setup) definido por seu usuário. No entanto, devemos reconhecer que dentre os mais utilizados encontram-se as Médias Móveis Simples, Bandas de Bollinger, e Índice de Força Relativa (IFR).

Neste vídeo mostramos como traçar estratégias de trade utilizando indicadores técnicos

Médias Móveis Simples

Este indicador calcula a cotação média em determinado número de períodos, relativo à barra do gráfico em questão. Se estivermos analisando um gráfico diário, e selecionarmos 20 períodos na média móvel, a linha a ser traçada irá refletir sempre a média dos 20 dias anteriores.

análise técnica de bitcoin

Perceba no gráfico acima como a média móvel, representado pela linha laranja, tende a funcionar como um piso nos períodos de alta. O oposto ocorre durante tendências de queda, quando usualmente a média móvel atua como teto.

Não existe uma regra de uso para gráficos de 15 minutos, diários ou mensais. Cada trader deverá encontrar uma configuração (setup) que seja adequada ao ativo em questão. De qualquer maneira, os períodos mais utilizados são 20, 50 e 100 dias.

Alguns traders utilizam este indicador para buscar continuidade nos movimentos, enquanto outros esperam uma reversão de tendência através do rompimento, o ponto que a linha de preço cruza com a média móvel.

Bandas de Bollinger

Ao estabelecer um certo número de desvios-padrão acima e abaixo da média móvel, é possível traçar um canal, que ficou conhecido por conta de seu criador, John Bollinger. Criado na década de 80, segue como um dos principais indicadores utilizados na análise técnica.

análise técnica de bitcoin

Perceba como há uma média móvel, a linha amarela, que serve como referência para estas bandas superiores e inferiores. Quanto maior a volatilidade, ou seja, a força das oscilações passadas, mais larga será essa banda.

Este indicador é muito utilizado para tentar encontrar sinais de força, quando está oscilando na banda superior, e até mesmo exagero, quando o gráfico rompe para cima. O oposto ocorre na banda inferior, sinalizando fraqueza.

Curiosamente, seu criador John Bollinger segue ativo, tendo inclusive realizado algumas análises de criptomoedas em suas redes sociais.

Entenda mais sobre volatilidade, e como utiliza-la a seu favor.

Índice de Força Relativa (IFR)

Este indicador é projetado na escala entre 0 e 100, e compara a cotação média dos dias de alta com os dias de queda. Valores acima de 70 indicam sobrecompra, ou seja, potencial fim do movimento de alta. O oposto ocorre quando este indicador atinge patamares abaixo de 30.

análise técnica de bitcoin

Este indicador é mais comumente utilizado para indicar compra do ativo quando sai da zona de sobrevendido para a região neutra. Além disto, traders costumam trabalhar com stop (limite de baixa) mais curtos quando a criptomoeda encontra-se na região sobrevalorizada, indicando que um ajuste pode ocorrer, trazendo uma queda mais acentuada.

Outros indicadores e padrões gráficos

A análise técnica está em constante evolução, pois conforme avançam os mecanismos para detectar padrões, surgem algoritmos inteligentes capazes de ocultar o envio de grandes ordens.

Há uma infinidade de indicadores que vão variar o grau de acerto conforme o momento do mercado e a configuração (setup) definido por cada usuário.

Conforme mencionado, não existe um indicador melhor ou um número fixo de períodos no qual se obtém melhores resultados.

A análise gráfica, por exemplo, busca algumas figuras mais conhecidas, que podem indicar continuidade ou reversão, dependendo da situação do mercado.

análise técnica de bitcoin

Acima temos o exemplo do triângulo simétrico, que pode romper para qualquer um dos lados, e usualmente é sucedido de um forte movimento na direção da ruptura.

Deseja se aprofundar no assunto? Nesta live nosso diretor Fabrício Tota debateu com outros dois especialistas as vantagens do uso de análise técnica, e como um trader pode se beneficiar ao acompanhar gráficos.

Use a volatilidade a seu favor

Ativos de risco, como bitcoin e ações de empresas devem ser utilizados na composição de uma carteira diversificada. Cabe ao investidor analisar seu perfil de risco, de forma a adequar a exposição necessária para cada classe de ativos.

Existem ativos alternativos que possuem alto potencial de retorno e baixa volatilidade, trazendo ganhos muito superiores à renda fixa tradicional, conheça a MB Digital Assets.

Aproveite para baixar o nosso Criptográfico, toda segunda-feira, com informações sobre o universo cripto.

Já segue o Mercado Bitcoin no Instagram e Facebook? Em nossas mídias sociais você irá receber dicas e novidades sobre os principais criptoativos. Acompanhe também nossos vídeos no Youtube, e venha para a maior exchange da América Latina.

Post anteriorPróximo post