Educação

Conheça as 6 principais dúvidas sobre como operar day trade!

25/03/2021

7 minutos de leitura

Conheça as 6 principais dúvidas sobre como operar day trade!

“Day trade” é uma operação de compra e venda de um ativo, em horários distintos, porém no mesmo dia. A diferença é o prazo para as demais modalidades, por exemplo, o “swing trade” que dura alguns dias ou semanas.

O objetivo do trade é o lucro, e no caso do “Day Trade”, a estratégia é relativamente simples, comprar um ativo e vendê-lo no mesmo dia, por um preço mais alto. Para aqueles que operam contratos derivativos, o mini-índice e mini-dólar, por exemplo, é possível fazer o oposto, vendendo primeiro, para depois recomprar mais barato.

De qualquer forma, é importante traçar uma estratégia, pois é o fator determinante para o momento de entrada ou saída das suas operações. Existe uma linha de estudo chamada “análise técnica” ou “análise gráfica”, muito utilizada por “Day Traders”, que considera padrões de comportamento baseados no gráfico de cotação.

No entanto, a análise não é futurologia, já que a psicologia do mercado pode mudar a qualquer momento. Neste caso, é preciso adaptar sua estratégia e refazer sua análise. Ou seja, o trader de sucesso sabe quando é necessário alterar seu padrão, ou até mesmo abster-se.

O Mercado Bitcoin, a maior exchange de Bitcoin e criptoativos da América latina, reuniu as dicas mais importantes para você ganhar dinheiro com “Day Trade”.

“Day Trade” é uma boa opção para iniciantes?

Depende do perfil do investidor, incluindo tempo disponível para estudo e definição de estratégias. Se você quer ser um “Day trader”, tenha em mente que não é possível estabelecer metas semanais ou mensais de lucro, já que o mercado de renda variável é, por natureza, imprevisível.

Em suma, os bons “Day Traders” fazem disso uma profissão, e não um hobby. O aperfeiçoamento das estratégias, e mais importante, leitura de mercado, leva anos para se construir.

Desse modo, “Day Trade” é uma estratégia mais utilizada por investidores experientes. Em contrapartida, os iniciantes devem começar com um tamanho bem reduzido nos primeiros meses, até pegar confiança.

Acompanhe neste outro artigo 5 dicas de negociação para iniciantes.

Existe corretora especializada em “day trade”?

Não. Todas as corretoras oferecem esta possibilidade, embora com diferentes taxas, comissões e limites. Portanto, escolha uma corretora de confiança, evitando assim desgastes e perdas por erros de sistema ou indisponibilidade.

No mercado tradicional de ações e derivativos, as taxas de corretagem no “day trade” variam de R$ 0,50 a R$ 12,00 por ordem, embora dependendo do volume executado.

De maneira similar ao mercado financeiro tradicional, também é possível operar “Day Trade” em Bitcoins e outras criptomoedas, embora, neste caso, não exista diferença em taxas ou impostos.

Quer entender como fazer trade no Mercado Bitcoin? Acompanhe no vídeo abaixo.

Qual é o perfil do investidor de “day trade”?

Deve ser um perfil agressivo e tolerante ao risco, além de experiente, para não se abalar facilmente por eventuais perdas.

No “day trade”, as perdas vão acontecer – e podem ser muito rápidas. Por isso, trace sua estratégia e mantenha ela em vista, evitando se deixar levar pela ganância ou pelo susto.

Em resumo, deve ter a parte emocional bem trabalhada, além de capacidade de planejamento. Isso não significa dezenas de horas executando o trade, pois esta parte pode ser automatizada com stops (limites) e ferramentas como o Vector, o sistema de trading da Vertex Technologies, integrado ao Mercado Bitcoin.

Como fazer um bom gerenciamento de risco?

O gerenciamento de risco faz parte da rotina de quem atua no mercado financeiro. Afinal, quem investe também está exposto a perdas. Por isso, antes mesmo de começar a operar, é fundamental se planejar.

Tenha estratégias bem definidas, estudando as características de cada ativo, incluindo volatilidade, liquidez, e volume. Outro aspecto comumente ignorado é o cenário macroeconômico, que muitas vezes é mais importante do que a tendência de um único ativo.

Controle o grau de exposição ao risco, e quanto está destinado ao “day trade”. É através de ferramentas de “stop loss”, ou limite de perdas, que se deve gerenciar o risco.

Mantenha um orçamento separado para as operações, sem misturar com suas reservas de emergência e demais carteiras de longo-prazo. Por último, seja disciplinado. Para quem opera no “day trade”, a disciplina é fundamental.

Para lhe ajudar, o Mercado Bitcoin divulga toda semana o relatório CriptoGráfico, com as análises dos criptoativos mais importantes.

Existe um momento certo para fazer “Day Trade”?

De acordo com a CVM, mais de 300 mil pessoas fizeram ao menos uma operação de day trade em 2020 – um crescimento de 50% na comparação com 2019. Ao longo de 2021, as buscas por “day trade” dispararam no Google.

Parte desse crescimento é causado por cursos e promessas de ganho fácil feitas por youtubers. De fato, os mini-contratos da bolsa de valores permitem alavancagem, e ganhos de até 500% no dia. No entanto, uma queda de 2% no ativo irá resultar na perda total do investimento.

De acordo com uma pesquisa da FGV, apenas 5% de day traders experientes ganharam mais de R$ 10 mil por mês. Quem conseguiu obter algum lucro fez isso à custa de muita volatilidade, ou seja, momentos de perdas e outros de ganho, sem consistência.

A conclusão é que ganhar dinheiro com “day trade” de forma segura e rápida é uma ilusão.

É importante ter o auxílio de especialistas?

No caso do “day trade”, a ajuda de especialistas provavelmente mais atrapalha do que ajuda. Isso porque cada um possui seu próprio apetite de risco, estratégias preferidas, e mais importante, capacidade de se adaptar conforme o cenário.

De fato, alguns tutoriais básicos, encontrados de forma gratuita na internet, ajudam a entender a dinâmica, o mecanismo de operação. No entanto, para obter bons resultados, é indispensável que a pessoa experimente por conta própria, começando pequeno, e só aumentando o risco conforme ficar confortável.

Dentre as estratégias mais recomendadas por profissionais, encontram-se a leitura de jornais e sites especializados com notícias, acompanhar as novas ofertas (IPO, no caso das ações, ou novas listagens de criptoativos), além das ferramentas de análise técnica.

O Gráfico de candles (velas) é uma ferramenta indispensável para o “Day Trade”. Embora possa parecer assustador no início, o Mercado Bitcoin ajuda você dominar a leitura de gráficos e principais indicadores técnicos.

Agora que você tirou suas dúvidas sobre day trade, inscreva-se no nosso canal do YouTube para continuar aprendendo sobre investimento e criptoativos.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.