Educação

Como o Mercado Bitcoin se Tornou a Maior Corretora de Criptomoedas do …

Criado em 20/12/2021 - Atualizado em 20/12/2021

5 minutos 45 segundos de leitura

Como o Mercado Bitcoin se Tornou a Maior Corretora de Criptomoedas do Brasil?

Você sabia que o Mercado Bitcoin é a maior corretora de criptomoedas da América Latina? Além do Bitcoin e as principais criptomoedas, oferecemos mais de 90 ativos digitais, incluindo opções com baixa oscilação diária na cotação e retorno muito acima da renda fixa.

Somos a única com 8 anos de história sem qualquer registro de vazamentos ou perda de valores de clientes, o que nos trouxe mais de 3 milhões de clientes, e investimentos de 250 milhões de dólares somente em 2021.

Não chegamos aqui por acaso, pois nosso foco é o respeito ao cliente e segurança, e constantemente buscamos inovação. Afinal, nosso objetivo final é trazer opções de investimentos seguras e rentáveis para nossos clientes, por isso somos mais que uma corretora de criptomoedas.

O que é criptomoeda?

Criptomoeda é um dinheiro digital, porém descentralizado e protegido por criptografia. Para entender o que é criptomoeda, e como funcionam os ativos digitais, é necessário fazer a distinção do dinheiro fiduciário, aquele emitido por governos e Bancos Centrais.

Dentre as características que distinguem as criptomoedas do dinheiro fiduciário, estão:

o-que-e-criptomoeda

Acompanhe neste vídeo as principais suas diferenças das criptomoedas para o dinheiro dos governos:

O que é corretora de criptomoeda (exchange)?

Uma corretora de criptomoedas, ou exchange, é uma plataforma para negociar ativos digitais. Basicamente, a corretora agrega os interessados na compra e venda de determinado ativo. Portanto, são funções da corretora:

  • Garantir um mercado mais eficiente ao agregar liquidez.
  • Ser responsável pela segurança da negociação e a custódia, o armazenamento de ativos digitais.
  • Realizar processos de prevenção à lavagem de dinheiro (PLD) e Conheça seu Cliente (KYC).
  • Assegurar que comprador e vendedor recebam o combinado.

Comprar e vender Bitcoin e ativos digitais no Brasil é 100% legal e reconhecido pela Justiça, e inclusive possui sua própria regulamentação tributária junto à Receita Federal.

Qual a cotação oficial do Bitcoin?

Mas você já deve ter percebido que o preço do Bitcoin às vezes pode variar entre diferentes corretoras de criptomoedas (exchanges), pois não existe uma central de negociação unificada. Ou seja, não existe a figura da Bolsa de Valores, uma central de liquidação e intermediação.

Cada corretora de criptomoedas possui sua própria listagem de ativos, taxas, prazos, e base de clientes. Desse modo, o preço do ativo digital é definido pela oferta e demanda dos seus usuários em cada plataforma.

Quais os tipos de criptomoedas?

Por mais que o termo criptomoedas seja utilizado de forma genérica, nem todo ativo digital é uma moeda. Existem outras classes disponíveis para negociação em uma corretora de criptomoedas, como:

  • Utility token: o cripoativo de utilidade exerce determinada função dentro de um projeto baseado em blockchain; pode servir como poder de voto (governança), ou um vale-serviço, garantindo o acesso à determinada plataforma ou serviço.
  • Fan token: nova forma de aproximar torcedores e equipes esportivas, onde seus detentores votam nas decisões de marketing da equipe, ganham descontos em itens promocionais e ingressos, e podem até mesmo ter acesso ao banco de reservas.
  • Tokens de ativos reais: são representações no formato digital de ativos tradicionais, incluindo cotas de consórcio e títulos de precatórios; mais recentemente, lançamos o Token da Vila, o que dá direito ao mecanismo de solidariedade da Fifa nas transações de jogadores.
  • Stablecoin: são criptoativos pareados em outros ativos, como o ouro ou dólar; a empresa emissora garante que para cada token emitido existe a respectiva quantidade de ouro ou dólar depositado, garantindo assim sua conversibilidade.

No Mercado Bitcoin é possível comprar e vender mais de 90 ativos digitais, incluindo algumas criptomoedas promissoras dos setores de finanças descentralizadas (DeFi) e Cripto Games.

Quando surgiu o Mercado Bitcoin?

O Mercado Bitcoin surgiu na forma atual em 2013, e rapidamente se tornou uma das maiores corretoras de criptomoedas do Brasil.

Somos mais que uma corretora de criptomoedas ao oferecer ativos reais negociados no formato digital, com foco no cliente que busca segurança e rentabilidade.

  • Com a volatilidade muito alta, ou seja, variação forte nas cotações, as criptomoedas enfrentaram ceticismo dos investidores.
  • Após a forte valorização nos últimos 4 anos, nosso número de clientes saiu de 700 mil para os atuais 3 milhões.
  • Nos tornamos uma startup avaliada em mais de 10 bilhões de reais em meados de 2021 após um aporte de 200 milhões de dólares.

aporte-softbank-mercado-bitcoin

Nas palavras de nosso sócio-fundador Gustavo Chamati, “A gente quer ser a ponte entre o mercado financeiro tradicional e esse novo universo. Além disso, estamos tocando um plano de internacionalização. Já estamos atuando em algumas frentes para nos tornarmos uma empresa global, de fato.

Porque o Mercado Bitcoin é a melhor plataforma para comprar Bitcoin?

Somos a maior corretora de criptomoedas do Brasil, mas nunca descansamos nessa posição. Na verdade, esse fato sempre nos motivou a buscar inovação, novos produtos e tecnologias para criar um ambiente seguro para negociações.

Todo esse pioneirismo foi reconhecido pelos investidores, e em 2021 nos tornamos o primeiro unicórnio da América Latina no mercado de moedas digitais. Dentre os motivos que fazem o Mercado Bitcoin ser a maior corretora de criptomoedas estão:

  • Liquidez: nosso grande número de clientes se converte em volume de negociação mais elevado que os concorrentes, assegurando menos distorções de preços.
  • Segurança: contamos com as mesmas tecnologias das grandes instituições financeiras, tornando nosso trade de criptomoedas mais seguro.
  • Oferta: Com mais de 90 criptoativos e criptomoedas negociados com liquidez, possibilitam a diversificação de investimento através de ativos digitais.

Veja no vídeo abaixo como é simples fazer trade no Mercado Bitcoin:

Bitcoin é regulado no Brasil?

Sim, Bitcoin é legal e reconhecido como bem digital perante a regulação, inclusive regulado pela Instrução Normativa 1.888 da Receita Federal. Desde 2019 todas as corretoras de criptomoedas e intermediários profissionais no Brasil são obrigados a reportar todas as movimentações de clientes de forma automática.

Além disso, é obrigatório declarar criptomoedas no Imposto de Renda, e vendas acima de R$ 35 mil mensais podem gerar ganho de capital, que deve ser quitado no mês subsequente.

Clientes que utilizam suas próprias carteiras (wallets) ou intermediários sem representação legal no país, devem informar todas as movimentações para a Receita Federal, inclusive transferências, quando o valor mensal total ultrapassar R$ 30 mil mensais.

Mercado Bitcoin é seguro?

Sim, o Mercado Bitcoin adota uma série de recursos para que você possa investir com tranquilidade:

  • Autenticação em dois fatores (2FA) e código PIN, conferindo camadas extras de segurança para o usuário.
  • Nota máxima de segurança no rigoroso teste da GlobalSign SSL Report.
  • Utilização de cold storage, ou carteira fria, deixando a maior parte dos ativos digitais de nossos clientes em carteiras virtuais (wallets) sem conexão com a internet.

Como você deve ter percebido, o Mercado Bitcoin não é apenas uma corretora de criptomoedas. Temos orgulho da nossa história de pioneirismo, além da certeza de entregar a melhor experiência possível para o investidor da nova economia digital.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.