Entenda o que é ordem executora e executada

A maior aceitação das moedas digitais causou uma verdadeira “febre” por elas, mas um tema inovador sempre deixa muitas questões no ar. Por esse motivo, o Mercado Bitcoin decidiu criar conteúdos que abrangem algumas das principais dúvidas de nossos clientes para te transformar em um futuro especialista neste mercado. O tema dessa semana é a diferença entre ordem executora e ordem executada. Então, vamos começar descobrindo o que é a ordem.

Para comprar e vender qualquer moeda digital é necessário criar uma ordem, ou seja, uma solicitação de compra ou de venda, que vai para o livro de ordem da bolsa da moeda digital, como o Litecoin, por exemplo.

Ao realizar uma transação, você pode escolher entre as ordens executora e executada.

A executada ou passiva é a que fica no livro de ordem “aguardando” surgir um comprador ou vendedor disposto a fazer negócio no valor proposto no livro. Ela é considerada passiva porque não altera o “preço” de mercado da moeda a ser negociada e aguarda até que seja cancelada (pelo trader) ou realizada.

Já a executora ou ativa é aquela que chega no livro de ordem e efetua a solicitação de outro cliente, fechando o negócio por apresentar o mesmo valor requisitado na ordem ou o mais próximo desse. Ela é considerada ativa porque tem a capacidade de parar momentaneamente a lista de ordens do livro para ser executada imediatamente alterando assim o “último preço” do mercado para o seu respectivo valor.

A última operação efetuada define o “último preço” (cotação) exibido no site do Mercado Bitcoin e a companhia não tem nenhum poder sobre ele. Sendo assim, fica evidente que o “último preço” é definido de acordo com as transações realizadas entre clientes compradores e vendedores, isto é, pelo mercado.

Dessa forma, comprova-se que cabe ao cliente escolher qual ordem lhe convém conforme suas prioridades de processamento da transação.

Post anteriorPróximo post