Exchange de criptomoedas: o que é e como escolher?

As exchanges ou corretoras de criptomoedas, como o Mercado Bitcoin, são plataformas online que facilitam a compra, a venda e a troca de moedas digitais. Elas conectam pessoas que desejam vender e comprar criptoativos, assegurando que cada um receba o que foi negociado de forma segura e mais prática.

Em alguns aspectos, as exchanges podem até ser comparadas às corretoras de valores do mercado financeiro tradicional — corretoras de criptomoedas também costumam cobrar taxas e organizar as negociações em livros abertos. As exchanges de criptomoedas, no entanto, não são intermediários obrigatórios nesse mercado, são apenas facilitadores.

No mercado de criptomoedas, as plataformas digitais ajudam a compra, a venda e a troca de uma moeda digital, uma vez que “minerar” sua própria criptomoeda não é um processo muito simples (embora seja possível). Na rede do Bitcoin, por exemplo, esse processo demanda supercomputadores conectados em rede e equipados com um hardware específico, além de prévio conhecimento técnico por parte dos participantes.

Como negociar em uma exchange? Para começar a negociar em uma exchange, é necessário realizar um cadastro e enviar alguns documentos. Se você desejar comprar criptomoedas, é preciso depositar dinheiro na conta da exchange para então realizar a compra da moeda escolhida: bitcoin, bitcoin cash, litecoin, entre outros. No Mercado Bitcoin, você tem a liberdade de realizar a compra e venda de suas criptomoedas também pelo aplicativo, a qualquer hora e lugar.

+Saiba como comprar e vender criptomoedas no aplicativo do Mercado Bitcoin

As corretoras de criptomoedas organizam as ordens de compra e de venda dos criptoativos em um livro de negociações. Os preços das moedas não são determinados pela corretora e sim pelo mercado. Além disso, todas as ofertas são públicas, seja para vender ou seja para comprar. Quem desejar comprar ou vender moedas digitais, precisa inserir no sistema uma ordem de mercado ou uma ordem de limite, que são registros de quanto você está disposto a pagar para comprar ou receber para vender.

Quando essa ordem é selecionada pelo sistema — isto é, quando os valores de venda e de compra pré-determinados são casados — a pessoa é autorizada a realizar o negócio através da plataforma, que cobra uma comissão por cada negociação.

Onde uma exchange guarda as criptomoedas dos clientes? As corretoras de criptomoedas facilitam a troca do dinheiro convencional pelas criptomoedas e facilitam as negociações. Elas possuem a custódia das moedas digitais de seus cliente até o momento em que eles decidem transferir seus criptoativos para uma carteira virtual (wallet), que é software que gerencia os bitcoins e permite envio, recebimento e consulta de valores. Ao abrir uma conta em uma exchange, o cliente pode manter sob custódia apenas o valor necessário para negociar.

Mas como escolher uma exchange? Com qualquer outra empresa ou serviço financeiro, o primeiro passo para escolher uma exchange é pesquisar sobre a reputação dela. Além de comparar as taxas cobradas por cada empresa e as formas de pagamento aceitas, o ideal é optar por aquelas com plataformas seguras para negociação e com liquidez no mercado, como o Mercado Bitcoin.

Além de estar entre as exchanges brasileiras com maior volume de negociação, segundo o ranking global do CoinMarketCap, o Mercado Bitcoin também adota as melhores práticas de segurança para tratar informações sensíveis dos clientes e principalmente gerenciar as carteiras de movimentação dos fundos de criptoativos.

+ Por que segurança é prioridade no Mercado Bitcoin?

+ Mercado Bitcoin entra na lista das startups mais desejadas do Brasil