Educação

O que é lastro e como funciona? Tudo o que você precisa saber!

17/05/2022

10 minutos de leitura

O que é lastro e como funciona? Tudo o que você precisa saber!

Você provavelmente já escutou sobre ativos lastreados, mas, afinal, o que é lastro? As cotas de um fundo imobiliário, por exemplo, são garantidas por uma participação em determinado imóvel ou recebível. Ou seja, dizemos que este ativo é lastreado em bens e direitos.

Até 50 anos atrás, a emissão das moedas pelos países exigia uma garantia, que usualmente era feita por ouro e prata nas reservas. No entanto, com o fim do “padrão-ouro”, as moedas emitidas por governos e Bancos Centrais passaram a trabalhar sem lastro, na base da confiança.

O que é lastro?

Lastro é uma espécie de garantia, utilizado para dar valor a algo que é apenas uma convenção. 

  • É vinculado a algum outro ativo: dinheiro, veículos, imóveis, máquinas, empresas ou outros investimentos.
  • Funciona como garantia para operações financeiras.
  • Nem sempre é físico, pois a escritura de um imóvel pode funcionar como lastro de um recebível.

papel-moeda-ouro

Repare como o papel-moeda dos EUA em 1922 era, na verdade, um certificado de depósito de ouro. Este modelo vigorou entre 1882 e 1933, e era conversível em uma quantidade fixa de ouro.

Agora que você entendeu o que é lastro, veremos abaixo como funciona essa garantia.

Como funciona o lastro?

O lastro tem como finalidade assegurar o ativo, e o certificado de ouro é um bom exemplo de uso. 

  • O certificado é uma forma de atestar a quantidade e qualidade das barras de ouro de maneira prática.
  • A custódia (guarda) do ouro é feita por terceiros, necessariamente bancos ou empresas especializadas e autorizadas.
  • O lastro permite a transferência e posse com menos riscos, pois evita o transporte e posse do metal precioso.

Agora quem você já entendeu o que é lastro, e como funciona, aproveite para conhecer o PAX GOLD (PAXG). Esse criptoativo é integralmente garantido por ouro físico, e disponível para negociação no Mercado Bitcoin.

Dólar e Euro tem lastro?

A moeda fiduciária (fiat money) é aquela emitida por governos e bancos centrais é uma moeda sem lastro ou valor intrínseco. Até a década de 70 havia um lastro físico em ouro para cada dólar emitido. 

Entretanto, o então presidente dos Estados Unidos em 1971, Richard Nixon, suspendeu o sistema de Bretton Woods, cancelando a conversão fixa do dólar em uma determinada quantidade de ouro.

grafico-preço-ouro

Repare no gráfico acima como a cotação do dólar até 1971 tinha pouca variação, ou volatilidade. Os países aceleraram as compras de ouro para criar reservas, causando um forte rally no metal precioso após o término do acordo de Bretton Woods.

Sem dúvidas, compreender o que é lastro em ativos financeiros é mais fácil. Acompanhe abaixo a função do lastro no universo das criptomoedas.

Qual o lastro do Bitcoin?

Assim como o ouro, o Bitcoin não precisa de lastro, pois o próprio ativo possui  característica de escassez. Dessa forma, podemos afirmar que o valor intrínseco do Bitcoin é a segurança e solidez oferecida pela moeda digital.

  • A oferta monetária do Bitcoin é assegurada por uma fórmula matemática, e reforçada por toda a rede de usuários.
  • Um limite máximo pré-estabelecido de 21 milhões cria uma legítima escassez.
  • O poder computacional da rede pode ser considerado um lastro, pois inclui o custo dos equipamentos de mineração e a energia elétrica despendida.
  • A rede possui desempenho praticamente sem interrupções nos 13 anos de história, sem registro de transações não-autorizadas.

Portanto, se alguém perguntar o que é lastro do Bitcoin, a resposta inclui a força de trabalho que assegura as transações, além da escassez digital.

Ficou curioso para saber como essa criptomoeda mantém seu valor? Este outro artigo explica o que é Bitcoin, e como funciona a escassez digital.

Ativos que possuem lastro

Algunstipos de investimento do mercado tradicional são lastreados. Desse modo, o investidor negocia apenas um recibo ou certificado de propriedade. Abaixo listamos alguns desses casos:

  • Títulos de precatório: representam uma fração de uma dívida do poder público; apresentam alto potencial de retorno com menor risco associado; ao ser negociado na forma de ativo digital, ganha o benefício da transparência e segurança das criptomoedas.
  • Fundos imobiliários: grupos de investidores que se unem para investir no setor, seja em imóveis prontos, terrenos, projetos, ou até mesmo direitos e recebíveis de locação ou arrendamento; pode ser listado e negociado em bolsa de valores tradicional.
  • Cotas de consórcio: representam cotas já contempladas, que devem ser quitadas pela administradora do consórcio em até 180 dias, conforme regulação do Banco Central; pode ser transformado em token para negociação no formato de ativo digital.

Ficou claro o que é lastro nos ativos financeiros tradicionais? Abaixo vamos acompanhar esse mesmo conceito, porém na criptoeconomia.

Quais criptoativos possuem lastro?

Os ativos digitais com lastro mais conhecidos são as stablecoins, as moedas pareadas. Esta tecnologia pode ser utilizada para diferentes lastros: ouro, Euros, petróleo, e até mesmo o índice S&P500.

O problema ocorre quando os criptoativos (tokens) dependem de lastro físico, incluindo os dólares depositados em uma conta bancária ou títulos do Tesouro norte-americano. 

Nesse caso existe a necessidade de um administrador, responsável por assegurar que cada moeda emitida é garantida por um depósito equivalente.

Portanto, o que é lastro em criptoativos pode variar conforme as características de cada stablecoin, e usualmente exige uma auditoria externa.

O que é stablecoin, e como funciona?

A tradução literal de stablecoin é “moeda estável”, porém, na realidade, são criptomoedas pareadas em outro ativo, que funciona como lastro: metais preciosos, bens duráveis, moedas fiduciárias, ou até mesmo outras criptomoedas.

  • O maior benefício é o controle da volatilidade, a variação das cotações.
  • São rápidas, e contam com transações seguras e de baixo custo.
  • São globais e acessíveis a qualquer pessoa.
  • Apresentam facilidade de transacionar em todo o mundo.

Agora que ficou claro o que é lastro nas stablecoins, é possível compreender a necessidade da transferência de valores para o emissor, que em troca irá emitir novos tokens e enviá-los ao comprador.

Confira no vídeo abaixo para que serve e como funciona uma stablecoin.

Qual a vantagem de uma criptomoeda com lastro?

Ao serem lastreadas em algum ativo da economia real, as criptomoedas Dai (DAI), USD COIN (USDC), e PAX GOLD (PAXG) tendem a ter variações menos abruptas que o Bitcoin, Ethereum, Cardano e demais criptoativos.

Muitos usuários ignoram o setor por temer a variação nas cotações de criptomoedas. No entanto, existem opções de criptoativos (tokens) lastreados em ativos reais, com alta previsibilidade de retorno.

  • Aproveite para conhecer o Token da Vila (Santos), criptoativo lastreado em recebíveis do mecanismo de solidariedade da FIFA.
  • OMercado Bitcoin é confiável, e conta com mais de 3 milhões de clientes. 
  • Somos líderes em negociação de ativos digitais negociados em reais. 
  • Você ainda aproveita o benefício de saques para sua conta bancária com taxa zero.

Agora que já aprendeu o que é lastro,abra sua conta no Mercado Bitcoin e aproveite para comprar criptomoedas com segurança.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.