O que é tokenização?

O mundo financeiro está cheio de ativos pouco explorados, acessíveis apenas a algumas categorias restritas de investidores. Obras de arte, private equity, investimento em startups e outros ativos de alto retorno estão tradicionalmente fora do acesso de investidores comuns. Mesmo quando esses ativos chegam ao investidor final, existem tantos intermediários no meio do caminho que o rendimento é espremido.

tokenização

A tokenização é o processo de usar tokens digitais criptográficos para representar a propriedade de um determinado ativo. Os tokens podem representar ativos tangíveis (imóveis, precatórios, metais preciosos), instrumentos financeiros (ações, títulos, fundos), propriedade intelectual e outros ativos intangíveis. Cada token pode representar, e.g., uma porcentagem da propriedade daquele ativo.

Por exemplo, uma obra de arte está avaliada em R$3 milhões e foi dividida em 30.000 tokens de R$100 reais. Cada token representa 0,00003% do ativo. Se a obra algum dia for vendida por R$6 milhões, cada token vai valer R$200 e o comprador receberá o seu retorno.

Atributos do token no blockchain

O blockchain é a tecnologia por trás das criptomoedas. Nesse artigo explicamos melhor como a tecnologia funciona. Os tokens representativos de ativos reais do Mercado Bitcoin também usam a tecnologia blockchain, e por isso possuem uma série de atributos:

Acessibilidade: a tecnologia blockchain permite o controle preciso de quem são os donos dos tokens em cada momento. Assim, é possível emitir uma grande quantidade de tokens a um baixo valor médio, aumentando o acesso do público investidor.

Divisível: não existe um limite mínimo de emissão de tokens, que podem representar pequenas parcelas de um ativo subjacente.

Eficiente: a tecnologia blockchain permite a substituição de uma série de intermediários como custodiantes e depositários. Isso diminui o custo final da operação, e aumenta o retorno do investidor.

Transparente: todas as informações relacionadas ao ativo subjacente estão registradas no blockchain. No caso dos precatórios, por exemplo, é possível consultar o processo que deu origem ao título e comprovar que existe um lastro para o token e o seu valor.

Vantagens da tokenização

Esse processo tem algumas vantagens - tanto para os detentores dos ativos quanto para investidores. Para os detentores dos ativos, existe um aumento de liquidez. Quando falamos em ativos de alto valor, a sua conversão rápida e justa em dinheiro pode ser difícil. Podemos usar precatórios como exemplo - se a pessoa tem um precatório de R$ 1 milhão e deseja vender, o mercado é muito restrito e ela vai se deparar com um grande desconto sobre o valor de face e provavelmente receber menos da metade do valor. Contudo, se tokenizamos um ativo alternativo em milhares de tokens de baixo valor unitário, o mercado se torna mais amplo, e o desconto exigido para venda, menor.

Para o investidor, o grande benefício é o acesso a ativos de alta performance, que usualmente são restritos a grandes investidores e instituições financeiras. Os precatórios oferecidos em 2019 são exemplo disso, com retornos de 16% a 23% ao ano e investimento a partir de R$100.

Comece hoje mesmo a sua compra e venda de tokens de ativos reais com o Mercado Bitcoin.

Post anteriorPróximo post