Os tokens de precatórios e consórcios do Mercado Bitcoin são IEOs?

Será que os tokens de precatórios e consórcios do Mercado Bitcoin são IEOs? Você sabe o que é um IEOs?

Na febre dos ICOs em 2017 e 2018, descobriu-se um dos principais usos do blockchain até agora: a capacidade de captar recursos online globalmente. Teve de tudo, desde projetos bons que valorizaram exponencialmente até fraudes e grandes fracassos.

Um dos principais problemas deste novo mercado foi que os investidores não sabiam em quais projetos investir, já que a maioria destes projetos pareciam uns com os outros, tinham propostas parecidas e usavam a mesma linguagem. Com a falta de conhecimento, mas com muita vontade de ganhar dinheiro, estes investidores compravam tudo que vinha pela frente, acreditando em qualquer promessa de lucro fácil.

Com o estouro da bolha, e consequentemente, o fim da febre dos ICOs, o mercado passou a procurar soluções para resolver os problemas e aspectos negativos de se captar recursos via blockchain. Duas soluções começaram a ser testadas no mercado, os IEOs e os STOs.

O que é um IEO?

Initial Exchange Offerings, ou IEOs, são captações similares aos ICOs, porém realizadas no ambiente de uma exchange de criptomoedas. Desta forma, as exchanges usam a sua expertise e credibilidade para filtrar os projetos a serem lançados em suas plataformas, diminuindo enormemente o risco para os investidores.

Quais sao os beneficios de um IEO?

Para quem está investindo nos projetos, como demonstrado acima, a grande vantagem é ter mais segurança na hora de investir. Mas também existem outras vantagens, como por exemplo, a facilidade na custódia, já que ao investir através de uma exchange, o investidor receberá os seus tokens na própria plataforma.

Geralmente, a exchange irá listar o token na sua própria plataforma de negociação também, gerando um mercado secundário onde o investidor poderá negociar os tokens que comprou (caso seja permitido pela legislação vigente).

Para quem está estruturando a captação, também há vantagens. A principal delas é o acesso à base de usuários da exchange, o que diminui bastante os gastos com marketing (que foram exorbitantes em vários projetos na febre dos ICOs).

Ou seja, em resumo, a exchange atua como um intermediário entre os captadores de recursos e os investidores nos projetos de novos criptoativos. Em geral, o que temos visto internacionalmente, são projetos de novos blockchains ou novos utility tokens. Mas há também uma nova categoria, que abordaremos na sequência, os security tokens, lançados através de Security Token Offerings, ou STOs.

O que é um STO?

Os STOs tentam melhorar os ICOs em outros aspectos. Muitos investidores mais tradicionais criticam as criptomoedas e os ICOs pela falta de lastro dos criptoativos. Para muitos investidores, se um ativo não está atrelado a algo que existe no mundo real, este ativo não tem nenhum valor intrínseco, sendo apenas um ativo especulativo. Estes investidores acreditam que para conseguir analisar algum ativo, ele precisa ter um fluxo de caixa esperado ou ter algum uso econômico tradicional, como um imóvel, por exemplo.

Estes investidores, em geral, não entendem ou não acreditam no valor intrínseco que um blockchain ou criptoativo, como o bitcoin ou o ether por exemplo, podem ter. Para eles, por não terem "lastro em nada" ou não possuírem "fluxo de caixa esperado", estes criptoativos não deveriam ter valor econômico. Tudo bem, cada um tem direito a sua opinião. Mas eles podem estar perdendo grandes oportunidades. ¯_(ツ)_/¯

Para atender a estes investidores, começou-se a estudar a viabilidade de criar tokens com lastros em ativos do mundo real. Por exemplo, tokens que são lastreados em ações de empresas ou em imóveis. Acontece que, em geral, ao fazer isso, os emissores destes tokens estão criando valores mobiliários, ou securities em inglês.

Daí o nome security token. Portanto, precisando respeitar as regras e legislações do mercado financeiro tradicional - em especial, a necessidade de um emissor, de um custodiante, de um distribuidor e de outros tantos intermediários para cumprir normas escritas para o mercado de capitais (muitas deles, pensadas para um mercado dos anos setenta ou oitenta).

O caso dos precatórios e dos outros tokens lançados pelo Mercado Bitcoin.

No caso do MB, nós lançamos dois tipos novos de criptoativos que são diferentes de tudo o que o mercado já criou até agora. Os tokens de precatórios e os tokens de consórcio, que vocês podem conhecer em detalhes aqui e aqui.

Mas por que diferentes?

Estes tokens de ativos alternativos lançados pelo Mercado Bitcoin facilitam a transação de parcelas de ativos reais com altos retornos e liquidez. Podem até parecer com os security tokens; porém, para a legislação brasileira, estes ativos não são valores mobiliários. Portanto, não são security tokens.

Ainda assim, eles possuem a segurança dos investimentos em ativos mais tradicionais, pois possuem fluxo de caixa esperado, com expectativas de ótimos retornos e menos flutuações bruscas de preço que os criptoativos mais conhecidos. São bons ativos para complementar a carteira de bitcoins e outros criptoativos que você já possui.

O Mercado Bitcoin como plataforma de IEOs

Mas então, onde o Mercado Bitcoin se enquadra nestas novas tendências? Como estamos atuando como um marketplace para você encontrar tais criptoativos, podemos considerar que estamos fazendo IEOs na nossa plataforma. Nesse sentido, o MB é a primeira exchange do Brasil a fazer IEOs e está entre as maiores e melhores exchanges do mundo a fazê-lo de forma bem sucedida, facilitando o acesso a bons ativos alternativos para os investidores de criptomoedas.

Sabemos que não é fácil para um investidor pessoa física encontrar bons investimentos atualmente, e sabemos também que não é fácil confiar em novas instituições financeiras e novas plataformas de investimento. Por isso, com a segurança e credibilidade do Mercado Bitcoin, líder no mercado de criptoativos no Brasil desde 2013, você pode contar com a gente para fazer seus investimentos renderem mais. Acesse agora mesmo a nossa plataforma!

Post anteriorPróximo post