Educação

Pizza Day e seu significado para o ecossistema

22/05/2019

4 minutos de leitura

Pizza Day e seu significado para o ecossistema

Em 2010, neste mesmo dia, o programador húngaro Laszlo Hanyecz recebeu um pedido que entrou para a história: duas pizzas que valiam US$41,00. Entretanto, o pagamento foi efetuado com Bitcoin e representou um grande avanço para o criptoativo que, pela primeira vez na história, foi utilizado na compra de um bem físico.

Pizza Day e seu significado para o ecossistema

“Eu gosto de coisas como cebola, pimentão, salsicha, cogumelos, tomate, calabresa, etc. apenas coisas padrão sem cobertura de peixe estranho ou qualquer coisa assim. Eu também gosto de pizzas de queijo regulares que podem ser mais baratas para preparar ou adquirir de outra forma” — Mensagem de Laszlo Hanyecz no Fórum da Bitcointalk.com, no dia 18 de maio de 2010.

Na época, 10.000 bitcoins valiam cerca de U$40,00, e hoje, 22 maio de 2019, 9 anos depois, as duas pizzas do Papa John’s estariam cotadas em R$314.775.539,60, com o Bitcoin valendo U$7.833,55*. A transação foi um marco na história do Bitcoin e da vida de Laszlo, que recebeu fama por seu pioneirismo.

*Data de redação do artigo: 22/05/2019

Minha filha de 1 ano também gosta muito de pizza

“Minha filha de 1 ano também gosta muito de pizza! Ela apenas suja todo o seu rosto se você der a ela uma fatia inteira, mas ela eventualmente consegue pegar a maior parte dela em sua boca (menos algumas coberturas soltas, é claro)” — Mensagem de Laszlo no Fórum da Bitcointalk.com

No período, o programador recorreu ao fórum Bitcointalk para obter apoio na transação. No post, ele deu início à discussão: “Você pode fazer a pizza sozinho e trazê-la para minha casa ou pedir para mim em um local de entrega, mas o que eu estou querendo é conseguir um delivery de comida em troca de bitcoins onde eu não tenha que pedir ou preparar, como encomendar um ‘prato de café da manhã’ em um hotel ou algo assim, eles simplesmente trazem algo para você comer e você está feliz!”

Um dia antes do recebimento, Laszlo reforçou seu interesse pelo pedido: “Só acho que seria interessante se eu pudesse dizer que paguei uma pizza com bitcoins”. E no dia 22, seu desejo foi realizado pelo usuário Jercos: “Gostaria de reportar que eu consegui fazer um trade de 10.000 bitcoins por duas pizzas, obrigado!”.

Curiosamente, um usuário questionou as futuras valorizações do criptoativo. Após a compra de Laszlo, ele perguntou: “Será que essa eventualmente vai se transformar na primeira pizza de um milhão?”

Não acabou em pizza

A discussão original de 73 páginas foi mantida viva por anos, com diversos usuários comentando o encarecimento das pizzas. Em 2013, o programador cedeu uma entrevista ao The New York Times, comentando suas intenções para efetuar a famosa troca: “Na época, os bitcoins ainda não valiam nada, então a ideia de trocá-los por uma pizza era incrivelmente legal”, afirmou.

Hanyecz afirmou que não se arrepende de ter degustado as pizzas mais caras do planeta. Ele disse que, como não tinham recheios estranhos, ficou satisfeito com sua decisão de oferecer 10.000 BTC por duas pizzas.

Em fevereiro de 2018, o programador virou o centro das atenções após transacionar novas pizzas, agora utilizando a Lightning Network, rede de pagamentos que amplifica a escalabilidade do Bitcoin. Desta vez, ele pagou 649.000 satoshis, ou 0,00649 bitcoins, pagando quase US$50,69 para ambas as pizzas, valor extremamente inferior à sua primeira transação em 2010.

“O objetivo era apenas brincar com a c-lightning e fazer algo mais do que embaralhar alguns satoshis para frente e para trás. Talvez, eventualmente, as pizzarias tenham seus próprios nós na lightning e eu possa abrir canais diretos para eles”, afirmou.

Bitcoin conquistando sua fatia no mercado

Neste ano, o criptoativo conquistou posição de destaque em comparação à outros investimentos, sendo considerado o melhor ativo de 2019 até a redação deste artigo. Com uma valorização de mais de 100%, o bitcoin está recebendo diversos apoios institucionais e está sendo aceito nos seguintes estabelecimentos:

Bitcoin conquistando sua fatia no mercado

Fonte: Bitcoinist

Também podemos citar:

  • A Fidelity, uma das maiores corretoras tradicionais de Wall Street, está preparada para lançar a negociação de criptoativos nas próximas semanas, podendo ser um catalisador positivo para o preço dos ativos digitais, contribuindo ainda mais para esse ciclo bull dos últimos meses.

  • Apple, que recentemente lançou um aplicativo onde usuários do Apple Watch podem enviar, negociar e receber Bitcoin diretamente no dispositivo.

  • Facebook poderá revelar seu próprio criptoativo, o facebook coin, no próximo trimestre.

  • Bakkt registrou avanços e, de acordo com um recente comunicado publicado pela CEO Kelly Loeffler, a plataforma irá iniciar testes de custódia e futuros de Bitcoin, em julho.

  • Starbucks está fechando uma parceria com a Microsoft para lançar tecnologia baseada em blockchain que rastreia os grãos de café da plantação na fazenda até a elaboração do Caffe Mocha;

O cenário é positivo e esperamos que o Bitcoin continue tomando diversas fatias das pizzas de investimentos de instituições e entusiastas da tecnologia.

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.