Criptoativos

Quanto Vale um Bitcoin e Qual o valor mínimo para investir?

Criado em 08/01/2021 - Atualizado em 18/08/2021

5 minutos de leitura

Quanto Vale um Bitcoin e Qual o valor mínimo para investir?

Quanto vale um Bitcoin? “É caro, pois custa mais de R$ 200 mil.” Esta é uma das primeiras coisas que os iniciantes se deparam. O que poucos sabem é que, assim como o ouro, as criptomoedas são fracionáveis.

De fato, 1 quilo de ouro custa R$ 300 mil, porém, a grama sai por R$ 300. Com uma balança de precisão é possível negociar em qualquer escala. De maneira similar, por convenção, cada Bitcoin é fracionável em 100 milhões de unidades, conhecidas como Satoshis.

satoshi-bitcoin

Aqui no Mercado Bitcoin trabalhamos com um valor mínimo para depósitos e saques de R$ 50. Em resumo, qualquer pessoa ou empresa pode iniciar seu investimento em Bitcoin de forma simples e sem burocracia.

Quanto vale um Bitcoin hoje?

Em meados de agosto de 2021, um Bitcoin inteiro custa R$ 240 mil, portanto, um Satoshi sai apenas R$ 0,0024, algo extremamente acessível, ao contrário do imaginário popular.

Mais importante que medir a cotação unitária, é sua capitalização de mercado. Ao multiplicar os 18,8 milhões de moedas em circulação pela cotação atual de R$ 240 mil, encontramos a capitalização total de R$ 4,5 trilhões.

Isso pode ser facilmente comprovado no software da rede Bitcoin, ou consultando os exploradores de blocos, incluindo clarkmoody.com, e bitbo.io.

Portanto, a resposta para quanto vale um Bitcoin é insuficiente para saber se está caro ou barato. Por exemplo, o ouro possui um valor de mercado de R$ 60 trilhões, ou seja, 13 vezes maior. De fato, uma única empresa americana, por exemplo, Microsoft, possui capitalização de R$ 11,5 trilhões.

Confira no vídeo abaixo o porque é difícil o Bitcoin chegar a zero:

Quanto vale um Bitcoin em Reais hoje?

No "Painel de Negociações” do Mercado Bitcoin é possível acompanhar a cotação em tempo-real. Para isso, não é necessário estar registrado no site, nem tampouco ser cliente.

preco-bitcoin

Cabe lembrar que a cotação do Bitcoin varia entre cada corretora, conhecida como exchange, pois estas possuem diferentes prazos, taxas, e até mesmo perfil de clientes.

De maneira similar, o valor do Bitcoin em dólares pode ser diferente do mercado brasileiro, mesmo ajustando pela cotação da divisa norte-americana. A diferença pode ocorrer por questões de oferta e demanda, ou impostos nas operações de câmbio.

Nossos usuários também conseguem acompanhar a cotação de outras 40 moedas e criptoativos listados em nossa plataforma, inclusive através do aplicativo para Android e iOS.

Como saber a cotação do Bitcoin em tempo real?

Além das exchanges, alguns sites agregam informações de diferentes fontes, criando um “preço médio”. Por isso, para saber quanto vale o Bitcoin, grande parte dos usuários utiliza: CoinGecko, Messari Screener, e Nomics.

Existem algumas diferenças entre cada provedor de dados, pois nem todos consideram os volumes negociados em stablecoins, as criptomoedas pareadas em dólar. Além disso, existem divergências na medida do número de moedas em circulação.

Por último, existem também as exchanges descentralizadas (DEX), que oferecem trocas entre diferentes criptoativos utilizando os contratos programáveis, ou smart contracts. Em resumo, o preço do Bitcoin irá variar em cada corretora, portanto não há uma cotação “oficial”.

O que é Bitcoin?

O Bitcoin é uma moeda digital que funciona de forma independente, sem uma entidade central. Em resumo, qualquer pessoa pode auditar os saldos, total de moedas emitidas, e até mesmo realizar transações.

Uma das tecnologias por trás do Bitcoin é o blockchain, este banco de dados distribuído nos computadores que participam da rede. Transferências de criptomoedas são eficientes, rápidas, e seguras. Além disso, não há como censurar ou reverter transações, ao contrário do sistema financeiro tradicional.

Deste modo, qualquer pessoa pode ser o seu próprio banco, bastando uma conexão com os demais usuários da rede. Ou seja, basta um smartphone e acesso à internet para administrar sua carteira virtual.

Acompanhe neste outro artigo o que é Bitcoin em detalhes, incluindo mineração e ferramentas de segurança.

De onde vêm o valor do Bitcoin?

O Bitcoin surgiu para tirar o poder de emissão de dinheiro das mãos dos governos, que através da inflação reduz o poder de compra dos poupadores. Isto foi possível através de uma moeda digital cujo valor é determinado única e exclusivamente pela livre oferta e demanda.

Dentre as características que tornam o Bitcoin desejado, podemos citar:

  • Descentralização: não há uma instituição ou grupo que controle a rede, tanto em questões de desenvolvimento, quanto na manutenção do dia a dia;
  • Segurança: a rede é protegida por um esforço computacional gigantesco, distribuído entre os mineradores e os usuários através de seus usuários, os full nodes;

Veja como o Bitcoin é seguro, a função dos mineradores, e como a criptografia é utilizada.

  • Escassez: na criação do seu código-fonte, foi definido um calendário progressivo e decrescente da emissão de novos Bitcoins remunerar os mineradores, com um limite máximo de 21 milhões de moedas;
  • Imutabilidade: uma vez que a transação foi incluída na rede por um minerador, e verificada pelos participantes (full nodes), torna-se irreversível;
  • Fungível: por se tratar de um bem digital, a criptomoeda é fungível e divisível, ou seja, pode ser fracionada em pequenas partes, e transacionada entre seus participantes sem perder suas características.

No vídeo abaixo, a equipe da @usecripto explica se o Bitcoin poderá valer R$ 1 milhão.

Como comprar Bitcoin?

A maneira mais segura de comprar Bitcoin é através das exchanges, que atuam de maneira semelhante às corretoras de valores tradicionais. Basta seguir os passos abaixo:

  1. Se cadastrar em uma exchange, como o Mercado Bitcoin;
  2. Transferir dinheiro para a conta informada na tela “depósitos”;
  3. Selecionar o ativo Bitcoin, informando o valor a ser adquirido;
  4. Clicar em “Comprar Agora”.

Veja no vídeo abaixo como é simples começar a investir em Bitcoin:

Fique ligado

Ainda não tem conta?

Participe agora da nova economia digital!

Criar conta

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.