Saldo de Bitcoin Cash não será duplicado

Pouco mais de três meses se passaram desde o hard fork que gerou o Bitcoin Cash, e já estamos tratando um novo hard fork dele mesmo. E como a cada fork, novas dúvidas surgem estamos aqui para salientar que ao contrário do que algumas pessoas estão pensando o seu saldo em Bitcoin Cash não será duplicado.

A divisão marcada para o dia 13 de novembro de 2017 visa estabilizar um problema no ajuste do algoritmo de dificuldade (DAA, na sigla em inglês) e nada tem a ver com a criação de uma nova moeda, uma vez que a atualização do sistema é consenso na rede Bitcoin.

O algoritmo original conhecido como EDA se ajusta automaticamente às condições da rede para garantir que o Bitcoin Cash seja lucrativo. Contudo, dada a facilidade que os mineradores alternam entre o Bitcoin e o Bitcoin Cash — e alguns pools de mineração estarem configurados para optar sempre pela blockchain mais lucrativa — eles acabam explorando o EDA minerando o Bitcoin até que a dificuldade para minerar Bitcoin Cash diminua e sua lucratividade aumente.

Essa oscilação, termina por desencadear um novo EDA, tornando o Bitcoin Cash menos rentável para minerar fazendo a maioria dos mineradores voltar para o Bitcoin, aumentando o tempo dos blocos para um nível muito além do razoável para uma moeda digital que pretende ter como base transações diárias.

A variação no tempo entre os blocos da blockchain do Bitcoin Cash é tão grande que pode pular de um bloco para cada quatro horas até uma máxima de 61 blocos na hora seguinte, como aconteceu no dia 12 de outubro de 2017.

A nova proposta O Bitcoin ABC, uma das equipes responsáveis pelo Bitcoin Cash, escolheu um novo algoritmo de ajuste de dificuldade com base científicas para assegurar que a melhor atualização será feita na plataforma.

Duas equipes de desenvolvedores conduziram o estudo, porém ambas chegaram a mesma conclusão. Os melhores algoritmos testados foram D578 da Neil Booth, D601 de Amaury Sechet e D622 de Tom Harding. Todos apresentaram resultados parecidos e produzem blocos com intervalo médio de 600 segundos, uma melhoria considerável em comparação ao EDA antigo.

A decisão de escolher uma das três não foi fácil, mas o D601 saiu vencedor, não por ter a melhor performance e sim por parecer mais seguro que os demais.

O grupo reforçou que o novo algoritmo também evitará mudanças bruscas de dificuldade quando a taxa de hash estiver estável; ajustará a dificuldade quando a taxa de hash mudar de maneira brusca; evitará oscilações do feedback entre taxa de hash e dificuldade e será resiliente aos ataques, como a manipulação do timestamp.

A nova versão já está disponível para atualização na Testnet.

E agora? O pessoal da Bitcoin ABC esclareceu em nota publicada em seu site que tem tomado todas as precauções possíveis para fazer com que esse hard fork ocorra da maneira mais suave possível, ou seja, entrou em contato com as principais carteiras e casas de câmbio para alertar sobre a atualização.

Como a mudança é consenso na comunidade do Bitcoin Cash o hard fork deve acontecer sem causar traumas. Vale lembrar que o hard fork nada tem a ver com o fork SegWit2x, ele é considerado apenas uma medida necessária para corrigir um problema.

Por isso, o Mercado Bitcoin não recomenda a troca de Bitcoin por Bitcoin Cash dada a confusão feita com relação a possibilidade de duplicação de Bitcoin Cash. As moedas digitais possuem cotações diferentes e os valores disponíveis em cada criptomoeda nas contas da plataforma não serão alterados com o hard fork.